Qua, 06 de Março de 2013 09:51

Invasores não querem sair de área ocupada na periferia de Foz


 

O terreno particular de 40 hectares invadido em janeiro no Bairro Morenitas, na região do Porto Meira, permanece ocupado por cerca de mil famílias. Os invasores afirmam que não irão deixar local, mesmo após receberam uma notificação judicial solicitando a desocupação do espaço. O prazo para que os invasores deixem o local encerra nesta quinta-feira (7). Além de montar barracos no local, os ocupantes também dividiram o terreno e criaram ruas de passagem, com placas nominais e numerais para facilitar a identificação. A notificação solicitando a saída voluntária das famílias foi emitida no dia 5 de fevereiro e assinada pelo juiz da 2ª Vara Cível, Gabriel Leonardo Souza de Quadros. Na ocasião, os moradores se negaram a assinar o documento, mas isso não altera a sua validade. Após o período concedido na notificação, um oficial da justiça irá averiguar a situação no espaço e informará o juiz responsável, que vai avaliar a possibilidade de emitir uma segunda notificação, com um prazo menor, ou solicitará a retirada por meio da interferência dos policiais militares, caso o espaço ainda esteja ocupado.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box