domingo, 15 de setembro de 2019


Ter, 14 de Junho de 2016 14:36

Interpol terá centros na tríplice fronteira durante a Olimpíada


em Brasília em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, durante a Olimpíada e a Paraolimpíada, que começam em agosto. Estratégias de integração entre as polícias e de reforço na segurança estão sendo discutidas em um encontro que segue até quarta-feira (15) na fronteira entre agentes de todos os estados e de outros países. No Brasil, a Interpol é representada pela Polícia Federal.

“Todos os países com participação nos Jogos Olímpicos foram convidados para este encontro. E estes policiais vão atuar lado a lado com os policiais brasileiros na busca de informações de inteligência e na troca de informações de interesse policial”, comentou o chefe da Interpol no Brasil, Valdecy Urquiza. Entre as preocupações estão a identificação e prisão de procurados.

Nos centros de controle, agentes de ao menos 50 países vão atuar conjuntamente para garantir a segurança dos atletas e espectadores, a exemplo do que foi feito durante a Copa do Mundo de Futebol em 2014. Já foram confirmadas até agora delegações de policiais de 204 países. “Aqui na fronteira, as ações serão feitas em conjunto entre as polícias do Brasil, do Paraguai e daArgentina”, explicou o delegado-chefe da PF em Foz do Iguaçu, Fabiano Bordignon.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box