terça, 22 de outubro de 2019


Qua, 15 de Junho de 2016 23:05

Até que enfim bom senso do Traiano


O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), deputado Ademar Traiano (PSDB) decidiu nesta quarta-feira (15) desistir do reajuste da verba de ressarcimento paga aos parlamentares estaduais. A mesa-diretora da Casa analisava a possibilidade de aumentar o volume de gastos de R$ 31,5 mil para R$ 39 mil mensais.

O valor recebido pelos deputados é usado normalmente para pagar gastos como telefone, transporte, combustível, alimentação e material para divulgação. Cada deputado tem hoje direito a usar R$ 31,5 mil mensais com essas contas. O reajuste aplicaria um percentual equivalente ao que os deputados federais receberam para o mesmo fim.

A proposta em análise na Alep, no entanto, conseguiu unir os líderes do governo e da oposição. Ambos se posicionaram contra a medida. Para eles, o momento de crise econômica em que vive o país não era compatível com aumento de gastos. Se tivesse sido aprovada, a medida geraria R$ 4 milhões a mais de custos a cada ano.

Traiano chegou a dizer que analisava a proposta. Ele também afirmou, sem citar nomes, que determinados parlamentares eram favoráveis à medida, mas mudaram o posicionamento quando a imprensa os procurou. A decisão pela aplicação ou não do reajuste cabe apenas à mesa-diretora e não passa por votações em comissões ou mesmo no plenário da Assembleia.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box