domingo, 22 de setembro de 2019


Ter, 28 de Junho de 2016 18:45

Michel Temer inaugura fábrica de papel e celulose em Ortigueira


O presidente em exercício Michel Temer (PMDB) esteve em Ortigueira, nos Campos Gerais do Paraná, para inaugurar uma fábrica de papel e celulose nesta terça-feira (28). Temer foi aplaudido de pé pelas pessoas que acompanharam a inauguração. Ele discursou por 10 minutos.

O presidente em exercício ressaltou a importância da iniciativa privada para o crescimento do país e detalhou que serão esses investimentos aliados com a força de trabalho que farão o país crescer. "Quando falo na iniciativa privada, falo na conjugação daqueles que empregam e daqueles que estão empregados. É a combinação dessas duas forças que fazem o país crescer", disse.

Temer ainda afirmou que o desenvolvimento do país também está ligado ao sentido de fraternidade. No discurso, lembrou a Revolução Francesa afirmando que a liberdade e fraternidade devem ser primordiais para a harmonia social, desenvolvimento social e liberdade de expressão.

"Estou há pouquíssimo tempo à frente do governo, e estamos prevendo uma espécie de pacificação nacional, reunificação nacional, queremos que todos pensem no crescimento do país", disse.

O presidente em exercício também informou sobre o pacto com os estado de cobrar a dívida somente em 2017:  "Nós resolvemos um grande problema federativo, a dívida dos estados com a união, e temos a absoluta convicção que a união será forte na medida que estados e municípios forem fortes".

Sobre o processo do impeachment da presidente afastada Dilma Roussef (PT), no Senado,Michel Temer afirmou que vai esperar a decisão do senado para se pronunciar.

A fábrica
Considerado o maior investimento no estado, o novo empreendimento da Klabin, batizado de Unidade Puma, demorou dois anos para ficar pronto e custou cerca de R$ 8,5 bilhões. Parte do empreendimento foi financiado pelo Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES).

Segundo Temer, a fábrica serve como referência para o Brasil, pois mostra que o país pode crescer. "Isto pode ser um exemplo para o país, porque o que mais precisamos é de emprego no país", disse.

A unidade fabril começou a produzir em março e opera a plena capacidade, de 1,5 milhão de toneladas de celulose. Pelo convênio assinado entre a empresa e o Governo do Paraná, os impostos gerados pela unidade, valor estimado em R$ 300 milhões por ano, serão divididos por 12 municípios da região. (Do G1/PR)





Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box