sexta, 22 de novembro de 2019


Ter, 30 de Agosto de 2016 11:18

Grávida baleada na cabeça deixa a UTI de hospital após 49 dias


Depois de 49 dias internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), a jovem Thaysa Vilas Boas, de 22 anos, que levou um tiro na cabeça no dia 11 de julho, será transferida para a enfermaria nesta terça-feira (30).

De acordo com o hospital Norospar em Umuarama, no noroeste do Paraná, a transferência deve ocorrer por volta das 9h30. Conforme o boletim médico divulgado, Thaysa respira espontaneamente, sem aparelhos, e se alimenta por sonda. O hospital informou que a jovem atingiu o estado máximo de recuperação e está com quadro neurológico estável. Ela continuará recebendo cuidados da equipe médica.

Anteriormente, o hospital havia informado que Thaysa receberia alta médica da UTI e seria transferida para a casa da avó, em Tapejara, também no noroeste. No boletim desta terça-feira, os médicos informaram que paciente ainda não está liberada para deixar o hospital.

Thaysa, que estava grávida de sete meses, estava em casa se preparando para ir a uma consulta do pré-natal quando foi atingida por um tiro na cabeça, por volta das 12h40. Após ser internada, os médicos realizaram uma cesárea, tiraram o bebê, mas a criança não resistiu e morreu três dias depois.

O irmão de Thaysa Danilo Vilas Boas foi preso preventivamente no dia 18 de agosto como principal suspeito do crime. Na segunda-feira (29), o rapaz confessou à Polícia Civil ser o autor do disparo. Em depoimento, ele disse que estava drogado no dia do crime e que confundiu a irmã com o namorado dela, com quem tem problemas de relacionamento.

O advogado de Daniel, Hasan Azara, disse que o tiro foi acidental. Ele não tinha intenção de atingir a irmã e está arrependido, afirmou Azara. "Como o namorado da irmã o ameaçava, ele achou que corria risco de vida e atirou", disse o advogado.

De acordo com Azara, Daniel comprou a arma para se proteger. A defesa contou que o jovem passou a noite usando drogas e, no dia em que atirou contra a irmã, acordou entorpecido.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box