domingo, 17 de novembro de 2019


Seg, 03 de Outubro de 2016 22:26

PGR pede ao STF autorização para investigar Zeca Dirceu na Lava Jato

 


Procuradoria Geral da República (PGR) apresentou ao Supremo Tribunal Federal(STF) um pedido para investigar o deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR) na Lava Jato. Filho do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, Zeca é suspeito de ter cometido o crime de lavagem de dinheiro, segundo a descrição do pedido de abertura de inquérito.

O pedido tem como origem o maior e principal inquérito da Lava Jato em andamento na Suprema Corte, que investiga se existiu uma organização criminosa na estatal do petróleo.

Atualmente, o inquérito tem 39 alvos, entre os quais parlamentares de PP, PT e PMDB. Em maio, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu autorização ao STFpara investigar mais 30 pessoas nesse inquérito.

O pedido para investigar Zeca Dirceu foi protocolado na última sexta (30) no Supremo, mas só foi cadastrado nesta segunda (3) no sistema de acompanhamento processual.

O procedimento está sob segredo de Justiça e, por esse motivo, o tribunal não divulga detalhes sobre a solicitação do chefe do Ministério Público e nem mesmo sobre as acusações contra Zeca Dirceu.

Caberá ao ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF, autorizar ou não a abertura do inquérito.

Somente com aval do magistrado é que o Ministério Público e a Polícia Federal poderão requisitar diligências, atos de investigação que podem incluir busca e apreensão de documentos, quebras de sigilo e interrogatórios.

A investigação precisa ser autorizada pelo STF em razão do foro privilegiado concedido a parlamentares. O pedido não significa que o alvo seja culpado, mas que existem indícios de que tenha cometido crimes.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box