sábado, 19 de outubro de 2019


Sex, 04 de Novembro de 2016 10:42

UFPR EM PÉ DE GUERRA; falta autoridade neste país...


É tensa a situação no prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR), que foi tomado por alunos mascarados na noite desta quinta-feira (3). Um grupo de professores tenta negociar com os invasores, alegando que a principal razão do protesto, que é a PEC do Teto, é uma demanda federal e não há como ser atendida aqui. Cerca de 70 manifestantes trancaram o prédio e não permitem a entrada de funcionários e outros estudantes.

Nas escadarias, há um tumulto em razão do confronto de alunos contrários à ocupação e o grupo de manifestantes que invadiu o prédio. Alunos de um laboratório de Psicologia também tentam negociar porque alegam que precisam alimentar os ratos usados em pesquisas. Docentes e alunos também tentam a entrada no local para a retirada de material de pesquisa e de trabalho. Apesar dos pedidos, os invasores mantêm as portas trancadas.

O professor do curso de Direito, Sandro Lunardi, diz que acredita no diálogo e informou que uma escala de serviços essenciais está sendo negociada. “Fomos tomados de surpresa com esta ocupação e não esperávamos esta repercussão. Estamos tentando uma saída negociada para que se respeite o direito de protesto, mas que se leve em conta a importância de que as atividades acadêmicas sejam retomadas.É um momento de diálogo e é preciso manter a calma. Queremos que seja, no mínimo, feira uma escala para os serviços essenciais como manutenção de laboratórios e o pagamento de bolsas de alunos. Vamos ver se eles recuam”, afirmou o professor no final da manhã.

Os invasores estão reunidos para decidir em uma assembleia dentro do prédio se permitem a entrada de algumas pessoas no local.

Na página do movimento Ocupa UFPR,, manifestantes defendem a ocupação. “Sendo o prédio histórico da UFPR um prédio público pertencente à toda a comunidade e não apenas a alguns poucos cursos, a sua ocupação representa um marco importantíssimo do que vem sendo chamado de ‘primavera estudantil'”, traz a nota.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box