Ter, 29 de Novembro de 2016 15:41

Richa reafirma parceria com o setor produtivo


O governador Beto Richa participou nesta segunda-feira (28) da posse da nova diretoria do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Paraná (Sinduscon-PR). O empresário Sérgio Luiz Crema assume a presidência da entidade pelos próximos três anos, no lugar de José Eugênio Gizzi. Richa enalteceu o trabalho do Sinduscon e reafirmou a parceria do governo estadual com as entidades do setor produtivo, que são importantes indutoras do desenvolvimento do Estado.

Richa destacou a contribuição do Sinduscon com propostas para o Plano de Governo e seu papel estratégico na atual gestão. “O Sinduscon, assim como outras instituições do setor produtivo, contribui muito com o nosso governo com propostas, sugestões e também com críticas”, disse. “Queremos estreitar essa boa relação porque temos um forte compromisso com quem trabalha e produz riquezas em nosso Estado”, afirmou.

Na solenidade, que reuniu empresários da construção e lideranças de diversos setores, o governador falou sobre a conjuntura nacional e destacou a situação diferenciada do Paraná frente à crise nacional. “No final de 2014, previmos a deterioração da economia nacional e promovemos o ajuste fiscal, que permitiu essa situação privilegiada do Paraná”, salientou. 

O novo presidente do Sinduscon destacou a parceria com o governo e a importância do ajuste fiscal para a economia do Estado. “Temos uma expectativa positiva, já que o governador está conseguindo sanear os problemas do Paraná. A tendência para o ano que vem é que o Estado continue investindo para que tenhamos um bom futuro”, afirmou Crema.

A avaliação de José Eugênio Gizzi, que passa o cargo de presidente da entidade, é que o governo estadual acertou ao promover o ajuste fiscal. “Nós apoiamos o ajuste, fomos bem explícitos nisso. Foi uma decisão corajosa e audaciosa do governador”, disse. “Sempre tivemos uma relação muito boa com o Governo do Estado, com o diálogo sempre aberto e transparente. Sempre que precisamos, cobramos do governador Beto Richa e ele sempre esteve muito pronto a nos ouvir e nos atender”, contou. 

CONTRAPONTO – O Paraná, afirmou Richa, é um contraponto no Brasil. “Também sofremos os efeitos da crise, mas em uma dimensão muito diferente. Fomos o único Estado que ampliou neste ano os investimentos públicos, na comparação com 2015”, ressaltou.

O governador mencionou que alguns estados estão em situação de calamidade financeira, com salários atrasados ou parcelados. Ele lembrou que o Paraná foi o único a pagar o reajuste aos servidores neste ano. 

Ele disse, ainda, que muitos estados estão sem dinheiro para pagar o 13º salário dos servidores e destacou que nesta quarta-feira (30) o governo irá injetar na economia paranaense R$ 800 milhões com a antecipação da metade do 13º salário do funcionalismo. “Isso demonstra o respeito do Governo do Estado aos seus servidores e também a saúde financeira do Paraná”, afirmou. 

Richa adiantou que o governo estadual deverá investir, em 2017, R$ 4 bilhões em obras nos municípios. “É necessário aumentar o percentual de investimento. Os cidadãos paranaenses precisam de obras de infraestrutura e serviços de saúde, educação e segurança de melhor qualidade”, declarou. “Nosso compromisso é com o desenvolvimento do Paraná e com a geração de emprego e renda à nossa gente”, completou.


Voltar ao Topo