quarta, 16 de outubro de 2019


Dom, 04 de Dezembro de 2016 22:22

Paraná diz: FORA CORRUPTOS...

 


Manifestantes saíram as ruas de várias cidades do Paraná, neste domingo (4), para fazerem protestos contra a corrupção no Brasil. Os atos aconteceram em, pelo menos, nove cidades, Curitiba, Maringá, Londrina, Cascavel, Ponta Grossa, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Pato Branco e Francisco Beltrão.

Os protestos foram organizados pelas redes sociais. Na maioria dos protestos, os manifestantes levaram mensagens de apoio à Operação Lava Jato e faixas com críticas ao projeto anticorrupção aprovado na Câmara dos Deputados.
Grupo atirou tomates contra fotos de políticos no protesto de Curitiba (Foto: Leonardo Morrone/RPC) 

O maior protesto foi realizado em Curitiba. De acordo com os organizadores, cerca de 50 mil pessoas foram até a sede da Justiça Federal, no bairro Ahú, para oferecer apoio às investigações da Operação Lava Jato. A Polícia Militar disse que 8 mil pessoas estiveram presentes. O grupo começou a se concentrar no local por volta das 14h30. Eles carregavam bandeiras do Brasil e faixas com mensagens de incentivo aos investigadores.

A manifestação em Curitiba começou a se dispersar por volta das 17h40. Nesse momento, parte dos manifestantes começou a jogar tomates contra uma placa, onde estavam impressas fotos de vários políticos.

Em Maringá, no norte do estado, o protesto também começou logo depois das 14h. De acordo com os manifestantes, 10 mil pessoas estiveram presentes. A Polícia Militar disse que 3,5 mil pessoas participaram. O grupo saiu do Fórum e iniciou uma caminhada pelas ruas do Centro, até a prefeitura. Assim como em Curitiba, os manifestantes de Maringá também carregavam cartazes em apoio ao juiz Sérgio Moro e à Operação Lava Jato.

Moradores de Londrina, também no norte, se reuniram às 15h, na Rotatória da Avenida Ayrton Senna, na Zona Sul. A rua foi bloqueada pelo grupo, que reclamava das mudanças feitas no projeto de leis para o combate à corrupção, proposto pelo Ministério Público Federal (MPF). Nem os organizadores, nem a PM divulgaram o número de pessoas presentes.
 

Faixas e cartazes em apoio ao juiz Sérgio Moro e contra o projeto anticorrupção aprovado na Câmara também foram levados às ruas de Ponta Grossa, nos Campos Gerais. O protesto começou por volta das 14h30 e terminou às 16h40. Conforme os organizadores, 2 mil pessoas participaram da manifestação. A PM não divulgou números. O grupo caminhou por ruas do centro, bloqueando algumas ruas.

Em Guarapuava, na região central do Paraná, a manifestação começou às 16h na Praça Cleve, no Centro. Os manifestantes vestiam verde e amarelo e levavam faixas com frases contra a corrupção, pedindo a aprovação do texto original das 10 medidas contra a corrupção, elaborado pelo MPF, e a saída do presidente do Senado Renan Calheiros. A organização informou que 800 pessoas participaram do evento, já a PM contou 250. Por volta das 17h30 o grupo saiu em caminhada pelas principais ruas da cidade. O ato terminou por volta das 18h, na Rua XV de Novembro.

Manifestantes também se reuniram em frente à Catedral Nossa Senhora Aparecida, em Cascavel, no oeste do Paraná, desde as 15h. Eles pedem a saída do presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia e do presidente do Senado Renan Calheiros, são contra a corrupção e apoiam a Operação Lava Jato, o juiz Sérgio Moro e as 10 medidas contra a corrupção sem alterações. De acordo com a organização, 500 pessoas participam do ato. A Polícia Militar não divulgou números. O grupo fechou as duas pistas da Avenida Brasil, que fica em frente à igreja. O ato terminou por volta das 16h20.
Manifestação Ponta Grossa 04/12 (Foto: Wesley Cunha/RPC) 

Em Foz do Iguaçu, o protesto foi realizado durante a manhã. De acordo com os organizadores, 350 pessoas se reuniram na Praça do Mitre. A PM diz que o 230 pessoas participaram. O ato começou por volta das 9h30 e durou cerca de duas horas.

Houve protestos também em Pato Branco e Francisco Beltrão, no sudoeste do estado. Na primeira cidade, a PM disse que 300 pessoas participaram da manifestação. Os organizadores não divulgaram números.

Em Francisco Beltrão, o ato reuniu 250 pessoas segundo os organizadores e 100, conforme a polícia. Os manifestantes se concentraram na Praça Central e saíram em caminhada pela Avenida Júlio Assis Cavalheiro, a principal da cidade.
(cOM INFORMAÇÕES DO g!/pr) 




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box