domingo, 17 de novembro de 2019


Seg, 12 de Dezembro de 2016 17:48

Do blog do Antagonista: Odebrecht. Iguaçu vive momentos de grande angústia


 

A Odebrecht tem 77 delatores. Mas há uma escala de valores entre eles.Cláudio Melo Filho atuava no Congresso Nacional e é o delator mais explosivo no que se refere ao varejo parlamentar. Os cinco delatores mais importantes da empreiteira, porém, são outros: Emílio Odebrecht, Marcelo Odebrecht, Alexandrino Alencar, Pedro Novis e Benedicto Júnior.Eles compraram o Poder Executivo’.

A se valer do registro do blog de Diogo Mainardes e cia, o Iguaçu ainda vai sofrer muito até a chegada dos principais executivos da Odebrechet. Na planilha vazada pela Força Tarefa em março, o governador Beto Richa aparecia com um pixuleco de R$ 200 mil. Mas pode surgir novidades ainda no detalhamento da delação de  Claudio Melo Filho, diretor da empreiteira que atuava em Brasília: O governador  Geraldo Alckmin aparece entre os tucanos mais ilustres.

Na lista de março, estão políticos de diversos partidos, tanto da base aliada ao governo federal quanto de oposição. Entre os políticos citados estão o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves(MG).

Também são citados como destinatários de doações da empreiteira o senador José Serra (PSDB-SP), o ministro da Defesa, Aldo Rebelo, os governadores tucanos Beto Richa (Paraná) e Geraldo Alckmin (São Paulo) e o ex-governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz (PT), segundo o G1, portal de notícias da Globo.

Segundo a AEN, o governador Beto Richa assinou nesta quarta-feira (11/06), em Cianorte, no Noroeste do Estado, a autorização para que o contrato de Parceria Público-Privada (PPP) para duplicação da PR-323 possa ser assinado. É a primeira PPP do Paraná e garantirá a duplicação da rodovia no trecho entre Maringá e Francisco Beltrão.  O Consórcio Rota 323 liderado pela Odebrecht será responsável pelas obras.

O programa da Parceria Público-Privada para a PR-323 é um dos maiores investimentos em infraestrutura do Paraná. Mais de R$ 7 bilhões serão aplicados no projeto, que envolve obras da duplicação, melhorias, operação da via e a manutenção de todo o trecho.

“Essa será uma das grandes obras viabilizadas pelo governo estadual. Irá atender a reivindicação de um grande número de paranaenses que vivem nesta região, e que não suportam mais conviver com os transtornos dessa rodovia sobrecarregada”, afirmou Richa.

O governador ressaltou que o projeto da PR-323 é um dos melhores do Brasil. “Ao longo dos quase 220 quilômetros que serão duplicados, serão construídos 41 viadutos e trincheiras, pistas secundárias marginais, acessos seguros a todas as cidades onde passa a rodovia”, disse o governador.

O diretor-geral do Consórcio Rota 323, Romero Neves da Silva, lembrou que o projeto é o primeiro da empresa no Paraná. “É um projeto com grande potencial de desenvolvimento para a região e que garantirá conforto e segurança para os usuários. É arraigado na cultura da empresa executar projetos com grande retorno para a sociedade”, afirmou.

Sem condições de tocar a obra e o governo sem caixa para entrar com sua contrapartida, a Odebrechet, desistiu dois anos depois.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box