domingo, 20 de outubro de 2019


Ter, 13 de Dezembro de 2016 17:22

Para bem dos animais e dos humanos: Uso de trilha do Parque Nacional do Iguaçu é proibido por causa de onças


A direção do Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, decidiu proibir o uso da trilha e da rodovia que liga o portão de entrada da unidade até o hotel por pessoas a pé ou de bicicleta. A decisão foi tomada por medida de segurança depois de uma onça-pintada ser vista com dois filhotes na área de visitação da reserva no dia 1º de dezembro. O comunicado é válido a partir desta terça-feira (13) e por tempo indeterminado.

No documento, o chefe do parque, Ivan Baptiston, ressalta a importância dos avistamentos de onças, mais frequentes nos últimos oito anos.  “Muito nos orgulha, pois é relevante o resultado de anos de compromissos com a conservação da natureza por todos deste parque”, ressalta. “Com isso, o Parque Nacional do Iguaçu vem tomando medidas preventivas e orientadoras em relação ao encontro com esses animais”, reforça.

A medida tem como objetivo tanto evitar qualquer tipo de ataque como preservar a “segurança e a privacidade” da onça para que continue “exercendo seus comportamentos de caça e cuidado com os filhotes”. A orientação é válida para visitantes, hóspedes do hotel e moradores do parque.

No caso de se avistar a onça, a nota ainda lista algumas regras de segurança como não correr, não se agachar, não oferecer alimento ao animal e não se aproximar para tirar fotos, além de manter-se em grupo e à distância.

Estima-se que o parque concentre atualmente cerca de 20 onças.

Nesta época do ano, a circulação de turistas e moradores da região no parque costuma ser grande. Os feriados de Natal e de Ano Novo são tradicionalmente os mais movimentados.

 




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box