Qui, 22 de Dezembro de 2016 10:22

Paulo Furiati, prefeito eleito da Lapa, se explica...

...Novamente enrolado ...Novamente enrolado


O prefeito eleito da Lapa (região metropolitana de Curitiba), Paulo Furiati (PMDB), divulgou hoje nota sobre a decisão da Vara Criminal da Comarca que o condenou a uma sentença de seis anos, 11 meses e 14 dias de reclusão em regime semiaberto, além de 30 dias-multa, por suposta prática de crimes de fraude a licitação e corrupção passiva, relativa a fatos ocorridos em 2012, quando ele estava exercendo o mesmo cargo. Segundo o Ministério Público, Furiatti teria participado de um esquema de fraude em licitações. O prefeito nega. Leia a íntegra da nota abaixo:

Em relação a matéria veiculada na última terça-feira (20), tenho a esclarecer o seguinte:
- Não existe dinheiro público envolvido;
- Nenhuma testemunha fez uma acusação formal;
- A sentença é de livre convicção do juiz, que reconheceu não existir desvio de dinheiro público e vou recorrer; e
- Minha posse como prefeito no dia 1º de janeiro de 2017 está garantida.

Voltar ao Topo