sábado, 19 de outubro de 2019


Qui, 22 de Dezembro de 2016 20:09

Foz do Iguaçu comemora formação da primeira turma da Le Cordon Bleu


 

O Destino Iguaçu começa a respirar os encantos de uma magnífica transformação em sua gastronomia. A formatura da primeira turma do curso “Cozinhas do Mundo”, assinado pela tradicional Le Cordon Bleu, está espalhando o aroma da mais alta culinária internacional em Foz do Iguaçu. A revolução gastronômica ganhará novos ares porque já estão abertas as inscrições para 2017.

Durante cinco meses, um seleto grupo de 18 alunos brasileiros, argentinos e paraguaios adquiriu conhecimento prático referente às técnicas de excelência utilizadas nas cozinhas mais importantes do planeta e ainda recebeu um certificado com a grife da escola francesa.

Os chefs de cozinha, estudantes e amantes da gastronomia viveram uma experiência única e fizeram história na cidade. Eles tiveram acesso à parte prática das técnicas culinárias dos principais pratos das cozinhas francesa, italiana, mediterrânea, asiática e peruana.

Para Gilmar Piolla, superintendente de Comunicação Social da Itaipu Binacional e um entusiasta do projeto, a Le Cordon Bleu chegou para fazer da gastronomia um novo atrativo turístico de Foz do Iguaçu. “Esperamos que, num futuro próximo, os turistas venham pra cá para se deliciarem com a qualidade da nossa culinária.”

 

Turma - Os formados na primeira turma são: Augusto Carvalho, Diego Montes, Cáritas Oliveira, Cristyana Santos, Gabriela de Souza, Ireni Ferreira, Indianara Zaparolli, Joseph Hsu, Juan Bauzá, Lázaro Bordon, Mariluci Gil de Souza, Meriene Ferreira, Michelle Lu Cheng, Patricia Durán Vaca, Paulo Fujiwara, Tyales Veiga e Vanderlei Santos Silva.

O aluno Tyales Veiga, chef do Recanto Cataratas Thermas Resort & Convention, dá um conselho às pessoas que estão pensando em ser valentes e estudar na Le Cordon Bleu. Para ele, os interessados não devem ficar intimidados pelo esforço e sacrifício que tenham que realizar.

“Temos que dedicar muitas horas, mas a recompensa é muito bonita e nos enche de satisfação. As qualidades para estudar na Le Cordon Bleu são atitude e perseverança. Para mim foi uma etapa na qual eu só pude ganhar: ganhar conhecimentos, ganhar amigos, ganhar experiências e a vontade de me superar a cada dia. Estou em uma grande família, da qual me sinto enormemente orgulhoso de formar parte dela”, disse.

A vinda da Le Cordon Bleu é resultado de um convênio firmado entre Sindhotéis e Uniamérica, responsável pela gestão pedagógica do espaço. É também fruto de parceria com as principais entidades do trade turístico local.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box