Seg, 26 de Dezembro de 2016 19:28

Corpo de Bombeiros registra primeira morte por afogamento no Litoral do estado


Em apenas três dias, o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Paraná fez 118 atendimentos a situações de pré-hospitalares, acidentes de trânsito, incêndios, crianças perdidas, resgates aquáticos/afogamentos e envenenamentos por água-viva em todo o Litoral do estado.  Uma morte por afogamento foi registrada. Os dados são resultados da atuação dos bombeiros que participam do “Verão Paraná 2016/2017” em toda a costa litorânea. Eles também fizeram 980 advertências e 2.661 orientações entre sexta-feira (23/12) e domingo (25/12), período de Natal.

De acordo com a porta-voz do Corpo de Bombeiros no “Verão Paraná 2016/2017”, tenente Virgínia Maria Zambrim Turra, ao todo, foram registrados 15 atendimentos pré-hospitalares, três acidentes de trânsito, quatro incêndios, 13 crianças perdidas, 31 resgates aquáticos/afogamentos, 52 envenenamentos por água-viva, além de 980 advertências e 2.661 orientações.

“Tivemos duas situações de óbito no Litoral, um de mau súbito na areia em Matinhos [que não entra na estatística de morte por afogamento] e outra de afogamento em Guaratuba [esta registrado]. Notamos um aumento significativo no número de pessoas durante o Natal, mas o Corpo de Bombeiros está preparado para dar atendimento ao banhista na areia e também via 193 em diversos tipos de situações durante todo o verão”, explica a tenente Turra.

CASOS – Em uma das ações foi feito o atendimento de uma vítima de mau súbito na areia, em Matinhos. A situação aconteceu no sábado (24/12), por volta das 14 horas, e o óbito foi confirmado pelo médico da aeronave do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA), no local.

Na noite do dia seguinte, por volta das 19 horas de domingo (25/12), o Corpo de Bombeiros registrou uma vítima de afogamento em Guaratuba. A vítima, um homem de 50 anos, foi encontrada totalmente submersa em parada cardiorrespiratória e encaminhada ao Hospital com vida. “O óbito ocorreu depois, o que chamamos de afogamento secundário”, explica a tenente Turra. (Do portal Bem Paraná)




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box