Qui, 29 de Dezembro de 2016 09:17

TRAGÉDIAS NAS ESTRADAS: Motoristas usam acostamento na BR-116 e socorristas desabafam: “Caminhoneiro poderia ter sobrevivido”


O grande número de motoristas dirigindo pelo acostamento da BR-116 complicou o trabalho de socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em acidente que terminou com a morte de um caminhoneiro na tarde desta quarta-feira (28). Vídeos enviados à Banda B mostram a dificuldade da ambulância de passar pelos veículos para chegar até o local da colisão que envolveu duas carretas em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

As imagens foram gravadas por um socorrista do Samu, que prefere não se identificar, mas fez um desabafo à reportagem. “Hoje, no acidente grave entre dois caminhões tivemos bastante dificuldade para chegar até a ocorrência por causa de pessoas bloqueando o acostamento e dificultando a nossa passagem. No local em que condutor do caminhão veio a óbito, talvez se tivéssemos passagem livre teríamos salvo essa vida”, lamentou.

A vítima fatal foi identificada como Sérgio Luiz Martins, de 54 anos. Ela dirigia o caminhão de combustíveis, com placa de Paranaguá, que bateu contra a traseira de outro, carregado de fertilizantes. O motorista estava preso contra as ferragens, inconsciente e morreu por uma parada cardiorrespiratória.

Dirigir pelo acostamento é considerado infração gravíssima e prevê a perda de 7 pontos na carteira. A multa para quem comete este tipo de falta é de R$ 293,47.

Caminhão perde freios e motorista morre na hora após acidente na Curva da Santa; tráfego para SC é lento

O motorista de um caminhão morreu na hora após perder os freios e tombar no quilômetro 668 da BR-376, trecho da Curva da Santa, em Guaratuba, no Litoral do Paraná. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo carregado com farinha seguia no sentido Santa Catarina quando o acidente aconteceu.

À Banda B, o policial rodoviário federal Marchiori explicou que o local é bastante perigoso e que a orientação é sempre para a prudência dos motoristas. “É preciso atenção. Verificar a manutenção do carro e diminuir bastante a velocidade em caso de chuva”, disse.

Por causa do tombamento e do alto movimento de Ano Novo, a fila de carros alcançava nove quilômetros por volta das 9h20 e o tráfego fluía por uma faixa. A previsão da PRF é de que a pista fique parcialmente fechada por pelo menos mais uma hora.

(Da Radio Banda B)




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box