quinta, 12 de dezembro de 2019


Ter, 17 de Janeiro de 2017 11:24

Prefeitura tem coisa mais importante a fazer do que festa da maçã


O prefeito de Porto Amazonas, na região dos Campos Gerais do Paraná, decidiu cancelar a 34ª edição da Festa da Maçã, prevista para fevereiro. Em nota, Antonio Altair Polato (PPS) afirmou que prefere investir a quantia destinada ao evento no "desenvolvimento econômico local".

O anúncio do cancelamento foi feito na quinta-feira (12). O investimento nos três dias de evento ficaria em torno de R$ 250 mil. Esse dinheiro, segundo o prefeito, deve ser usado para comprar um espaço para sedir uma nova empresa na cidade e para construir um barracão industrial para sediar novos empreendimentos locais.

Ainda na nota, Polato citou outras cidades do Paraná que também cancelaram tradicionais festas para poder investir em infraestrutura. Entre elas, Palmeira, nos Campos Gerais, que, em 2013, desistiu da Expo Palmeira para poder construir um viaduto. Ele também lembrou de Colombo, que, neste ano, optou por não realizar a tradicional Festa da Uva.

Produção
De acordo com a Secretaria de Agricultura do Paraná, em 2015, Porto Amazonas teve cerca de 200 hectares de maçã, o que equivaleu a uma produção de quase 7,6 toneladas da fruta. Nesse ano, o plantio no município gerou um valor bruto de R$ 13,7 milhões.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box