sábado, 21 de setembro de 2019


Sáb, 18 de Fevereiro de 2017 10:43

Quatro candidatos a prefeito em novas eleições de Foz do Iguaçu

Convenções ocorreram sexta à noite Convenções ocorreram sexta à noite


Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, terá quatro candidatos concorrendo à prefeitura nas eleições municipais, que serão realizadas em 2 de abril, conforme calendário definido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR). Os partidos tinham até a meia-noite de sexta-feira (17) para definir coligações e os nomes que vão concorrer a prefeito e a vice-prefeito.

O resultado das eleições de outubro de 2016 foi anulado na cidade após a impugnação da candidatura do ex-prefeito Paulo Mac Donald (PDT) por improbidade administrativa. Desde o dia 1º de janeiro, a presidente da Câmara de Vereadores, Inês Weizemann (PSD), está no comando da administração municipal interinamente.

Veja quem são os candidatos:
- Phelipe Mansur (Rede) concorre ao cargo de prefeito com a vice Joane Vilela (PDT), na coligação “Foz Acima de Tudo”;
- Chico Brasileiro (PSD) concorre à prefeitura com o vice Nilton Bobato (PCdoB);
- O advogado Sidnei Prestes concorre ao caro de prefeito pelo PRB, com o vereador Jefferson Brayner (PRB) concorrendo ao cargo de vice-prefeito;
- O tenente coronel Jahnke (PTN), que assumiu uma vaga na Câmara Municipal, lançou candidatura com o vice Carlos Osório (PSC).

Confira como fica o calendário para as novas eleições:
- 13 a 17 de fevereiro: convenções partidárias para a definição das coligações e nomes de candidatos;
- 20 de fevereiro: registro das candidaturas por partidos ou coligações na zona eleitoral responsável até as 19h;
- 23 de fevereiro: prazo para o registro das candidaturas individuais;
- 21 de fevereiro a 1º de abril: propaganda de rua;
- 27 de fevereiro a 31 de março: horário eleitoral gratuito e debates;
- 2 de abril: eleições
- 7 de abril: prazo limite para a prestação de contas das candidaturas
- até 20 de abril: diplomação dos prefeitos e vices eleitos.

Outras 3 cidades terão novas eleições
Em Novas Laranjeiras, o Tribunal de Contas do Estado reprovou as contas do prefeito reeleito Eugênio Milton Bittencourt e indeferiu a candidatura dele e do vice. A prefeitura está a cargo do presidente da Câmara, Altamiro Scheffer (PSB).

Na região dos Campos Gerais, a candidatura do prefeito eleito Antônio El-Achkar (PTB) foi impugnada por conta de uma viagem feita ao Japão e à China em 2009, segundo a chapa contrária, sem a devida prestação de contas. O presidente da Câmara, Márcio Flávio da Silva (PMB), assumiu temporariamente o Executivo.

Já em Quatiguá, o ex-prefeito Efraim Bueno de Moraes (PMDB) foi impedido de assumir o cargo depois de reeleito por conta de duas ações de improbidade administrativa por irregularidades cometidas em 2011. Também de forma interina, Josué de Pádua Melo (PMDB) assumiu a prefeitura da cidade.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box