sexta, 15 de novembro de 2019


Qua, 22 de Março de 2017 20:49

Frigoríficos citados na Carne Fraca fecham e demitem 280 funcionários

E agora, PF??? E agora, PF???


Frigoríficos da Região Metropolitana de Curitiba que foram alvos da Operação Carne Fraca suspenderam as atividades nesta quarta-feira (22) e demitiram 280 funcionários. As empresas pertencem ao grupo Central de Carnes Paranaense Ltda.

Carlos Eduardo Valter, que trabalhava na área de manutenção de um dos frigoríficos, se emocionou ao pensar nas consequências. “Você já pensou como é que fica? Todo mundo tem família, todo mundo... Não sei como vai ser”. Foram 25 anos na empresa.

“Trabalho aqui há 24 anos, é uma vida inteira. E a única coisa que eu tenho para falar é que eu sinto muito pelos funcionários que estão aqui trabalhando, que dependem (...). Eu ainda tenho suporte, mas e os pais de família. Eu sinto muito por isso que está acontecendo. Espero que tudo se resolva”, comentou Dirce Barbosa Alves dos Santos, que trabalhava na área administrativa.

A Operação Carne Fraca foi deflagrada na sexta-feira (17) e é considerada a maior ação, quando se fala em números, da Polícia Federal (PF). Nela é investigado um esquema de fraude na produção, fiscalização e comercialização de carnes, envolvendo pagamento de propina a fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) . A investigação encontrou indícios de adulteração de produtos e venda de carne vencida e estragada.

Das 21 fábricas investigadas, 18 ficam no Paraná – veja o que é investigado em cada um dos frigoríficos.

O frigorífico Souza Ramos é investigado na Carne Fraca porque, segundo a Polícia Federal, entregou salsichas fora do padrão para escolas do Paraná. Eles substituiram peru por frango, de acordo com a investigação. O frigorífico, ainda conforme a polícia, forneceu, em 2014, 14 toneladas.

A Secretaria Estadual de Educação informou que cancelou os contratos com o Souza Ramos e que abriu uma investigação interna.

O diretor comercial Edinandes Alexandre Santos disse que, em 2014, o frigorifico pertencia a outros donos. Ainda conforme Santos, os atuais proprietários compraram o estabelecimento em novembro de 2015.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box