domingo, 19 de novembro de 2017


Seg, 15 de Maio de 2017 16:11

Marcelo Odebrecht e Léo Pinheiro são ouvidos por procuradores peruanos em Curitiba


O ex-presidente da holding Odebrecht S.A , Marcelo Odebrecht, e o ex-presidente da OAS José Aldemário Pinheiro, conhecido como Léo Pinheiro, foram ouvidos por representantes do Ministério Público do Peru na sede da Polícia Federal (PF), em Curitiba, nesta segunda-feira (15).

O interrogatório de Léo Pinheiro começou às 10h e terminou por volta das 12h. O de Marcelo Odebrecht teve início às 14h e até a última atualização desta reportagem não havia terminado, de acordo com a Polícia Federal. Os dois estão presos na carceragem da Superintendência da PF, no mesmo local.

O teor dos depoimentos não foi divulgado.

Escândalo no Peru
A Odebrecht enfrenta uma investigação de corrupção em vários países da América Latina, após admitir que pagou subornos para ganhar obras públicas na região.

No Peru, a empreiteira admitiu à Justiça americana ter pagado US$ 29 milhões em subornos a funcionários peruanos entre 2005 e 2014 - período que compreende os governos de Toledo (2001-2006), Alan García (2006-2011) e Ollanta Humala (2011-2016).

No período, a construtora participou de mais de 40 projetos no país, que envolveram cerca de US$ 12 bilhões em gastos públicos. Os peruanos compõem a segundo maior grupo de trabalhadores da empresa, atrás apenas dos brasileiros - dos 128 mil funcionários do grupo, cerca de 10 mil são peruanos.

Recentemente, o presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, admitiu que a economia nacional freará devido à paralisação de vários projetos da Odebrecht, que serão vendidos ou licitados novamente.

"Não há dúvida que (o caso Odebrecht) vai frear a economia", disse o presidente peruano, em coletiva com a imprensa estrangeira no Palácio do Governo.

Quer saber mais notícias do estado? Acesse o G1 Paraná.

SAIBA MAIS

S5 Box