quarta, 20 de novembro de 2019


Seg, 19 de Junho de 2017 10:45

Pagamento de dívida evita o leilão do apartamento onde Belinati mora


A família do ex-prefeito Antonio Belinati conseguiu evitar o leilão do apartamento no Edifício Costa do Marfim, na rua Belo Horizonte, no centro de Londrina. O apartamento foi avaliado em R$ 912.719,38 e teria lance mínimo de R$ 547.631,62, no leilão determinado pela 7ª Vara Cível de Londrina e que seria realizado em 13 de julho. As informações são da Paiquerê.

Localizado no quinto andar de um prédio de alto padrão, 366 m² de área bruta e 322 m² de área privativa, o apartamento iria a leilão em razão de uma dívida de condomínio avaliada em R$ 95.060,74. O local possui cozinha planejada, sala de jantar, sala de estar com três ambientes, sala de TV, duas áreas de sacada, lavabo, três quartos com armários, suíte, quarto de serviço, lavanderia, despensa com armários e três garagens.

O apartamento está no nome de Cyntia Salles Belinati, mas é de usufruto de Antonio Casemiro Belinati. Segundo o leiloeiro da JE Leilões, Jorge Espolador, o inquilino do imóvel não pagou as cotas do condomínio.

Desde o ano passado, o novo Código de Processo Civil tornou mais dura a cobrança daqueles que estão inadimplentes. A lei nº 13.105/2015, em seu artigo 784, converteu as despesas condominiais em títulos executivos extrajudiciais, assim como ocorre com cheques e notas promissórias. Caso o devedor não acerte as contas com o condomínio, a Justiça pode determinar a penhora do próprio imóvel.

De acordo com o levantamento feito pela empresa JE Leilões, após a mudança na lei, aumentou em 70% o número de imóveis que estão indo a leilão por conta deste tipo de dívida.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box