Dom, 15 de Outubro de 2017 12:16

Câmara de Londrina tem julgamento que pode cassar mandato do vereador mais votado do Paraná


A Câmara de Londrina, no norte do Paraná, vota neste domingo (15) o relatório da Comissão Processante que pode cassar o mandato do vereador Émerson Petriv (PR), conhecido como Boca Aberta, o mais votado do estado nas eleições de 2016 com 11.480 votos.

A votação está marcada para 8h, no Plenário da Casa, mas também poderá ser assistida pelo site do Legislativo. Para que o relatório da comissão seja aprovado – e consequentemente o vereador tenha o mandato cassado – são necessários 13 dos 19 votos possíveis, segundo o regimento da Câmara.

O parecer da comissão, apresentado na terça-feira (9), aponta para quebra de decoro parlamentar por parte do vereador. Boca Aberta é acusado de estelionato por ter feito uma campanha de arrecadação de dinheiro nas redes sociais para pagar uma multa imposta a ele pela Justiça Eleitoral.

De acordo com a denúncia, protocolada por uma servidora municipal, o vereador pretendia juntar R$ 8 mil para o pagamento da multa, mas só conseguiu R$ 1,7 mil. Ele alega ter doado o dinheiro recebido. Boca Aberta também nega que tenha cometido a quebra de decoro.

O vereador também questiona os prazos da Comissão Processante. Para a defesa dele, a conclusão do processo deveria ter ocorrido até a segunda-feira (9). Por isso, há o entendimento por parte de Boca Aberta de que a investigação deveria ser arquivada. Já a Câmara afirma que o prazo final vence na terça-feira (17).




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box