domingo, 19 de novembro de 2017


Ter, 31 de Outubro de 2017 18:01

Governo vai contratar estudos para obra da ponte Guaratuba-Caiobá; necessidade antiga e cada vez mais presente

>>>Licitação está a cargo do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná


O Governo do Paraná publicou nesta semana edital para a contratação do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) para a construção da Ponte de Guaratuba, no Litoral do Estado. A licitação está a cargo do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) e o preço máximo para a elaboração do trabalho é de R$ 919,9 mil.

De acordo com o edital, o EVTEA dará suporte técnico, econômico, ambiental e jurídico para a “consolidação e adequada modelagem do projeto de implantação, manutenção, operação e concessão” da ponte e dos acessos.

A obra é uma antiga reivindicação dos moradores do município e demais cidades do Litoral por facilitar a travessia da baía de Guaratuba, que hoje é realizada por meio do ferryboat. Na alta temporada, cerca de 100 mil veículos utilizam o transporte.

As empresas interessadas no projeto devem enviar envelopes com propostas de preço e habilitação até o dia 5 de dezembro. Os documentos vão ser abertos às 14h30 do dia seguinte. O edital pode ser retirado no site www.comprasparana.pr.gov.br.

NR: Esse sonha é antigo e nenhum governo tentou viabilizá-lo, até agora. Quando da Constituição de 1989 o então deputado Antonio Annibelli colocou o projeto na Carta Estadual. Os governos ignoraram e ficou tudo só na boa intenção. Na época, grupos interessados chegaram a apresentar gratuitamente projeto da ponte, um deles para uma ponte estaiada – hoje muito comum até em áreas urbanas (na Avenida da Torres, em Curitiba, foi construído um viaduto estaiado). Sempre os governos ignoraram. A ponte encurta distâncias e acaba com o sofrimento que é o ferry-boat na temporada de praias, travessia essa explorada pelo governo do Estado. Outro ponto positivo é a redução da distância do Sul para o porto de Paranaguá: cargas procedentes do Sul via BR-101 precisam vir até Curitiba (80km) e depois descerem ao porto (mais 80km)..

Espera-se que desta vez a iniciativa tenha êxito.

(OBS. Panorama exibe nesta matéria alguns dos projetos propostos. Fotos arquivo Panorama e Google imagem)

Resultado de imagem para ponta estaiada caiobá-guaratuba, PR
Resultado de imagem para ponta estaiada caiobá-guaratuba, PR]
Corte do croqui mostra pavimento superior para o trânsito de pessoas, carros e bicicletas e o pavimento inferior com um centro de lazer. |
outra concepção para a travessia, esta mais turística:


A ideia de construir uma ponte ligando Guaratuba a Caiobá, em Matinhos, no Litoral do Paraná – reivindicada há mais de cinco décadas – ganha mais uma tentativa. A arquiteta Mirna Cortopassi Lobo, professora da Universidade Federal do Paraná, está desenvolvendo um projeto como alternativa para os 1 milhão de veículos que dependem do ferryboat para a travessia. Seria uma ponte de dois andares, apenas para veículos leves, com espaço para o trânsito de pessoas e bicicletas. O local preferido é onde hoje há as linhas de transmissão, que poderiam ser substituídas por cabeamento subaquático. (De uma publicação da época)

S5 Box