sexta, 24 de novembro de 2017


Dom, 12 de Novembro de 2017 10:14

Trump conclama nações para união contra a Coreia do Norte


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sublinhou neste domingo (12), em Hanói, que todas as nações responsáveis devem atuar para impedir que a Coreia do Norte siga ameaçando o mundo.

"A segurança é um objetivo que deveria unir todas as nações civilizadas", disse, numa conferência de imprensa com o presidente vietnamita, Trang Dai Quang. "Queremos estabilidade, não caos. Queremos paz, não guerra."

Antes, o americano afirmara na rede social Twitter que seu homólogo chinês, Xi Jinping, aceitou endurecer as sanções contra Pyongyang, em resposta ao programa nuclear norte-coreano. "Ele quer que eles desnuclearizem. Progresso está sendo feito", completou.

O Vietnam, onde participou de uma cúpula da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec), é a penúltima etapa do giro de Trump pela Ásia, após o Japão, Coreia do Sul e China. Em Pequim, Trump instara Xi a aumentar a pressão sobre o regime norte-coreano, que em setembro realizou um novo teste nuclear. "A China pode resolver este problema fácil e rapidamente", afirmou na ocasião.

O estada de Trump na Ásia tem sido ocasião para se acirrar a guerra de provocações verbais entre ele e o líder norte-coreano, Kim Jong-un. Depois de este acusá-lo de estar "implorando" por uma guerra nuclear e tachá-lo de "velho lunático", o político republicano rebateu no Twitter: "Por que é que Kim Jong-un me insulta chamando-me 'velho', quando eu NUNCA o chamaria de 'baixinho e gordo'? Bom, eu tento tanto ser amigo dele -- e talvez um dia isso vá acontecer!".

(Da Deutsche Welle)

S5 Box