quinta, 14 de dezembro de 2017


Ter, 14 de Novembro de 2017 08:31

Mortos no terremoto no Irã passam de 450 e número pode aumentar, há muitos desaparecidos


Mais de 450 pessoas morreram no Irã em consequência de um terremoto de magnitude 7,3 que atingiu o país no domingo (12), informa a mídia estatal nesta terça-feira (14).

A televisão estatal iraniana disse que 452 pessoas morreram após o tremor, e ao menos 6.600 ficaram feridas. Autoridades locais estimam que o número de vítimas fatais aumentará à medida que as equipes de busca e resgate chegarem a áreas remotas do país.

Entre os mortos estão oito iraquianos - os demais são iranianos.

O terremoto foi sentido em várias províncias do oeste iraniano, sendo a mais atingida Kermanshah, que anunciou três dias de luto. Mais de 300 das vítimas estavam no condado de Sarpol-e Zahab, em Kermanshah, situado a cerca de 15 km da fronteira com o Iraque.

A TV estatal iraniana disse que o tremor causou grandes danos em alguns vilarejos com casas feitas de tijolo de barro.

Agentes de resgate seguem trabalhando para encontrar sobreviventes sob edifícios desmoronados.

O sismo também desencadeou deslizamentos de terra que atrapalham os esforços de resgate, disseram autoridades à TV oficial. Ao menos 14 províncias do Irã foram afetadas, segundo a mídia do país.

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, ofereceu seus pêsames nesta segunda-feira (13), ordenando que todas as agências do governo façam de tudo para ajudar os afetados.

S5 Box