Ter, 12 de Dezembro de 2017 11:51

Temer nomeia empregado de carreira como Diretor de Coordenação da Itaipu

 Kaminski, novo diretor (Foto: Rubens Fraulini/Itaipu) Kaminski, novo diretor (Foto: Rubens Fraulini/Itaipu)


 

Também foram nomeados dois novos integrantes no Conselho de Administração, que agora está completo

 

O engenheiro agrônomo Luiz Kaminski, 52 anos, é o terceiro empregado de carreira a ser nomeado diretor da Itaipu Binacional. Ele assume a Diretoria de Coordenação no lugar de Helio Amaral. A nomeação, com mandato até 16 de maio de 2022, foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (12).

Também foram nomeados os conselheiros Frederico Matos de Oliveira e Samantha Ribeiro Meyer. A designação tem validade até 16 de maio de 2020. Com essas nomeações, o número de representantes brasileiros no Conselho de Administração da Itaipu está completo.

Advogada, doutora e professora universitária, Samantha é a primeira mulher a assumir uma vaga no Conselho de Administração no lado brasileiro da Itaipu. Frederico Matos de Oliveira é advogado e diretor do Departamento de Articulação com os Estados da Casa Civil.

O decreto desta segunda-feira, 11 de dezembro, publicado nesta terça-feira, é assinado pelo presidente da República, Michel Temer, e pelo ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho. Link para as nomeações no Diário da União: goo.gl/k2mNDP.

Antes de Kaminski, outros dois empregados de carreira haviam sido nomeados diretores na Itaipu. A primeira, em 2006, foi Margaret Groff, hoje aposentada, na Diretoria Financeira Executiva. Em março deste ano, Marcos Baumgärtner foi nomeado diretor administrativo.

Quem é Kaminski

Com toda sua vida profissional dedicada à Itaipu Binacional (seu primeiro emprego foi na empresa), Newton Kaminski tem quase 30 anos de casa e sempre atuou na área de Coordenação, a diretoria que passará a comandar a partir desta terça-feira.

Kaminski era superintendente de Obras e Desenvolvimento há 13 anos. Engenheiro agrônomo, o novo diretor é formado pela Universidade Federal do Paraná e tem diversos cursos de especialização e pós-graduação, entre eles o de Biodiversidade, pelo Instituto Smithsonian, nos Estados Unidos, em 1995; e de Gestão de Empresas do Setor Elétrico, pela Universidade de São Paulo (USP), em 2000.

“Queremos fazer desses três próximos anos o caminho para a construção das próximas três décadas, com a ampliação de nossas ações e o surgimento de novos negócios que possam dar continuidade ao trabalho que já vem sendo desenvolvido e é referência no setor”, ressalta Kaminski.

Para o diretor-geral brasileiro, Luiz Fernando Leone Vianna, o currículo e a reconhecida competência credenciam Kaminski ao cargo. “É um profissional de nossa maior confiança.”

Conselho

Com as nomeações de Oliveira e Samantha, o quadro de conselheiros brasileiros da Itaipu ficou completo, com sete integrantes. Além dos dois recém-nomeados, dele também fazem parte Orlando Moisés Fischer Pessuti, Adailton da Rocha Teixeira, Paulo Jerônimo Bandeira de Mello Pedrosa, Paulo Estivallet de Mesquita e Marcos Bezerra Abbot Galvão (representante do Ministério de Relações Exteriores, sem direito a voto nas decisões do Conselho). Todos têm mandato até 16 de maio de 2020.

As atribuições e competências do Conselho de Administração são fixadas no Anexo A do Tratado de Itaipu e no Regimento Interno da Entidade. O Conselho tem seis reuniões ordinárias por ano, de acordo com calendário aprovado na última reunião do exercício anterior. Excepcionalmente, podem ser convocadas reuniões extraordinárias.(Da Comunicação Social da Itaipu)

 

Kaminski, novo diretor (Foto: Rubens Fraulini/Itaipu)




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box