Qui, 28 de Dezembro de 2017 04:16

Não é só Gilmar que solta bandido

Mais um bandido solto Mais um bandido solto


O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, concedeu liberdade a Henrique Pizzolato, ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil e condenado a 12 anos e 7 meses de prisão no processo do mensalão do PT. Segundo o ministro, Pizzolato cumpriu os requisitos da lei para obter o benefício: cumprimento de mais de um terço da pena, não ser reincidente em crime doloso e bons antecedentes. Para sair da prisão, ele precisará pagar mensalmente as parcelas da multa de mais de R$ 2 milhões, estabelecida em sua condenação.

NR: Ele já esteve foragido na Itália, agora um ministro ‘bonzinho’ abre as portas para o criminoso..




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box