quinta, 18 de janeiro de 2018


Seg, 01 de Janeiro de 2018 13:41

FELIZ ANO NOVO-IV: Marido atira contra esposa, destrói casa com caminhão e atropela idosa


Um homem de 34 anos protagonizou diversos crimes contra a própria família no início da noite deste domingo (31), em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Ele invadiu a casa dele e a de dois vizinhos com um caminhão (cavalo mecânico), destruindo portões e, até mesmo, o carro da família; feriu a esposa com um disparo de arma de fogo e também atropelou uma parente idosa de 67 anos. A motivação seria ciúmes da esposa com mensagens recebidas por meio do aplicativo WhatsApp. A família dela alega que ele não a deixava sair de casa e o princípio da confusão seria a ida da esposa a um funeral. O homem está foragido.

A família mora na rua Angelina M. Senegaglia, na região do Jardim Suíça. Para a Guarda Municipal do município, a esposa contou que as discussões começaram ainda durante a tarde, por ciúmes. O marido teria saído de casa e voltado já transtornado e embriagado, segundo ela. Caminhoneiro, ele voltou dirigindo o cavalo mecânico com agressividade e destruiu a parte da frente da casa. Além disso, provocou danos em outras duas casas ao lado.

Em entrevista à Banda B, o guarda municipal Jacomel contou que a viatura foi abordada por moradores próximos. “Algumas pessoas abordaram a equipe dizendo que estava acontecendo uma confusão em uma rua bem próxima dali. Rapidamente, fomos até lá e fomos informados que um indivíduo tinha acabado de sair da casa, depois de ter invadido ali o local, usando um caminhão. Nessa colisão, ele pegou duas casas, na fuga atingiu uma terceira casa. Até o carro deles ficou destruído”, descreveu.

Ainda segundo Jacomel, além de ter invadido e destruído a casa, o homem usou um revólver calibre 38 para atirar contra a esposa. “Ele teria atirado cinco vezes, mas apenas um desses disparos a atingiu na perna, na coxa. Ela contou que esse ataque de ciúme teria acontecido durante o dia e no fim da tarde ele teria voltado para casa embriagado e feito tudo isso”, detalhou.

Na invasão contra a própria casa, uma idosa de 67 anos foi atropelada pelo caminhão e teve fratura em uma das pernas. “Ele tentou levar a esposa como refém, dizendo que ia matá-la. Mas no momento em que eles entraram no caminhão o irmão dele chegou e pediu para ele a deixasse, tentando salvar a cunhada”, contou.

A esposa contou aos guardas que o marido passou a ser violento há alguns meses. “Desde que os ciúmes começaram, ela contou que ele comprou essa arma e passou a dormir com ela debaixo do travesseiro para intimidar a esposa. O ciúme era por causa de rede social”, finalizou o guarda Jacomel à Banda B.

A família está bastante revoltada com a situação. O casal está junto há anos e tem dois filhos – 12 e 3 anos. Segundo os parentes, o homem não deixa a esposa ter celular. “Ele sempre quebra, não deixa ela sair, sempre anda armado, é uma com numeração raspada que ele comprou, tem passagem pela polícia, só dá dor de cabeça para todos. Isso tudo, na verdade, começou quando ele proibiu ela de ir a funeral por ciúmes. Ela foi porque era uma pessoa próxima e quando ele descobriu fez tudo isso. Foram tentativas de homicídio, ele jogou o caminhão contra a casa da sogra, da tia, contra a casa dele, estamos muito nervosos”, disse um familiar à reportagem da Banda B, que não será identificado para preservar a imagem da família.

O marido fugiu do local e ainda não foi encontrado na região. A esposa e a idosa foram socorridas por uma ambulância do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) e encaminhadas ao Hospital São José. A idosa teve fratura exposta, passará por cirurgia e ficará internada por, no mínimo, 15 dias.


S5 Box