domingo, 21 de janeiro de 2018


Sex, 12 de Janeiro de 2018 10:29

Paraná aproveita bem a energia solar


 

As regiões norte, noroeste e oeste do Paraná concentram o maior potencial de aproveitamento de energia solar do estado, de acordo com as informações do Atlas de Energia Solar do Paraná.

Apesar de toda a matéria-prima, ainda pouco explorada, das cerca de 4,5 milhões de unidades consumidoras da Copel, 1.547 – apenas cerca de 0,03% – usam o sol como fonte para a produção de energia elétrica.

A maior parte em Curitiba, Maringá, Londrina e em Cascavel.

Devido às características de cada região, em Maringá, por exemplo, um sistema com 27 metros quadrados de placas fotovoltaicas – usadas para a captação da luz solar – seria suficiente para "zerar" a conta de energia elétrica de uma casa com o consumo médio de 200 kWh por mês.

Neste caso, o investimento necessário varia de R$ 14 mil a R$ 15,6 mil.

Já em Curitiba, onde o potencial é menor, a estrutura teria que ter ao menos 32 m², com um custo médio entre R$ 14,2 mil e R$ 17,3 mil. (com informações do G1)

S5 Box