Dom, 21 de Janeiro de 2018 09:46

Empresários dos Emirados Árabes têm intenção de investir em Curitiba

Prefeito Greca recepciona os visitantes Prefeito Greca recepciona os visitantes


O Paraná é o estado brasileiro que mais exporta para os Emirados Árabes Unidos, segundo a embaixadora do país, Hafsa Al Ulama. Em sua primeira visita à Curitiba, a diplomata conheceu o Vale do Pinhão, o Farol do Saber Emílio de Menezes, o Cras Barigui, o Museu Oscar Niemeyer e esteve com o prefeito Rafael Greca, em seu gabinete na Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

A possibilidade de celebrar acordos de cooperação com os Emirados Árabes Unidos foi discutida pelo prefeito, que elogiou a capacidade do país árabe em desenvolver cidades inteligentes. “É muito importante que a diplomacia se faça no sentido econômico”, disse ele. “Há interesse em atrair investimentos para Curitiba, sobremaneira nas áreas de energias renováveis e no mercado imobiliário, para promover a renovação urbana”, afirmou.

A embaixadora foi acompanhada de uma delegação de diplomatas e empresários que, afirma ela, têm o desejo de investir na cidade. “Queremos que essas instituições venham para Curitiba, pois achamos uma cidade moderna e inovadora”, salientou. Hafsa mencionou a possibilidade de celebrar um acordo com Dubai, maior centro econômico do país. “Creio que temos muito a oferecer e também para aprender com Curitiba.”

Arte e cultura

O diretor presidente da Bienal de Curitiba, Luiz Ernesto Meyer Pereira, lembrou que a Bienal, celebrada no país em 2013, foi um divisor de águas. “A partir desta data as bienais passaram a trabalhar em rede, com a criação da Associação Internacional das Bienais”, ressaltou. A embaixadora recebeu o convite para que os Emirados Árabes Unidos participem da Bienal de Curitiba de 2019.

Greca mencionou a participação do artista argentino radicado em Curitiba, Alif Viver, no Simpósio Internacional de Arte de 2007, em Dubai. Viver deixou como presente uma obra de sua autoria para a cidade.

A ocasião também marcou a entrega do prêmio Jovens Curadores de 2017 a Carolina Loch, pelo prefeito. Carolina atua na área há quatro anos e foi curadora da Bienal de Curitiba de 2017.

Visitas

Durante a manhã, a comitiva dos Emirados Árabes Unidos esteve no Engenho da Inovação para conhecer o programa Vale do Pinhão. A apresentação foi conduzida pelo presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, Frederico Munhoz da Rocha Lacerda que ressaltou a importância da visita. “O encontro foi muito produtivo, a visão dos Emirados Árabes Unidos está em consonância com a de Curitiba e do Vale do Pinhão, tendo a inovação como uma questão fundamental para o desenvolvimento econômico e social das cidades”, comenta.

Na visita ao Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Barigui, na Regional CIC, a embaixadora conheceu a unidade que atende famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social. Hafsa recebeu informações sobre o programa estadual Família Paranaense, ao qual o município de Curitiba aderiu em março de 2017.

Durante a visita, a embaixadora conversou com mulheres que no momento participavam de uma oficina que faz parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos ofertado nos Cras, e também com crianças que faziam atividades na brinquedoteca.

A presidente da Fundação de Ação Social (FAS), Elenice Malzoni, falou do trabalho realizado pela Fundação, que nesta gestão absorveu a política do trabalho e emprego. “Essa medida está potencializando as ações de atendimento às famílias, principalmente aquelas que vivem em maior vulnerabilidade social, o que é uma das diretrizes do prefeito Rafael Greca”, disse.

A embaixadora e sua delegação foram recebidas ainda pela diretora-geral da secretaria de estado da Família e Desenvolvimento Social, Letícia Raymundo, que na visita representou a secretária Fernanda Richa; a coordenadora estadual do programa Família Paranaense, Letícia Reis; o administrador regional da CIC, Raphael Keiji Assahida; a diretora de Proteção Social Básica da FAS, Alzenir Sizanoski Santos; a supervisora da FAS na CIC, Cintia Aumann; a coordenadora do Cras Barigui, Érika Aparecida de Souza, além demais servidores da unidade.

Também estiveram presentes a primeira-dama, Margarita Sansone, o assessor da Prefeitura para Relações Internacionais, Rodolpho Zannin, o vice-presidente da Dubai Exports, Mohamed Al Kamali, o gerente de projetos da Dubai Exports, Bruno Bassi, o representante da Dubai Chamber, João Paulo Paixão, a representante do First Bank of Abu Dhabi, Angela Martins, o secretário da Embaixada dos Emirados Árabes Unidos, Abdelrahman Abdulla Almaazmi, e o assistente da embaixada, Tarcísio Pinhate.

Emirados Árabes Unidos

Localizado no Golfo Pérsico, os Emirados Árabes Unidos (EAU) são formados por uma confederação de monarquias árabes, cada uma detendo sua soberania, chamadas emirados. A capital e a segunda maior cidade dos Emirados Árabes Unidos é Abu Dhabi.

O país é, atualmente, um importante centro comercial, logístico e de negócios. Aproximadamente 30 empresas brasileiras contam com escritórios comerciais no país, utilizando-o como plataforma para suas exportações na região.

O intercâmbio comercial entre o Brasil e os Emirados Árabes Unidos teve crescimento constante ao longo dos anos 2000, sendo que, em 2008, transformou-se no segundo maior parceiro comercial do Brasil no Oriente Médio, atrás apenas da Arábia Saudita.

O comércio total com os EAU, que em 2000 somava US$ 300 milhões, atingiu em 2015 a marca de US$ 3 bilhões, com superávit brasileiro de cerca de US$ 2 bilhões.  (Da Comunicação Social da Prefeitura)




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box