Seg, 22 de Janeiro de 2018 19:54

Tóquio realiza primeiro exercício contra ataque norte-coreano a míssil


Tóquio realizou seu primeiro exercício de remoção por ataque a míssil nesta segunda-feira (22), com voluntários se abrigando em estações de metrô e outros espaços subterrâneos que podem funcionar como abrigos para a capital japonesa em caso de ataque norte-coreano a míssil.

A remoção encenada em um parque de diversões e uma área externa próximos ao estádio de beisebol Tokyo Dome envolveu cerca de 300 voluntários.

Pequenos grupos de manifestantes entraram em confronto com a polícia, enquanto protestavam contra o que classificam como um jogo de guerra que aumenta temor público.

Enquanto aumenta a esperança de que a participação da Coreia do Norte na Olimpíada de Inverno, no mês que vem, na Coreia do Sul possa ajudar a diminuir as tensões na região, o Japão está aumentando esforços para preparar seus cidadãos para uma possível guerra.

Tóquio acredita que a ameaça apresentada pelo desenvolvimento nuclear e de mísseis de Pyongyang está se aprofundando.

"Um míssil da Coreia do Norte chegaria em menos de 10 minutos e o primeiro alerta seria três minutos após o lançamento, o que nos dá cerca de cinco minutos para encontrar abrigo", disse Hiroyuku Suenaga, autoridade do governo japonês, a voluntários após o exercício em Tóquio.




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box