quarta, 21 de fevereiro de 2018


Ter, 23 de Janeiro de 2018 11:03

Paralisação do governo dos EUA termina após acordo no Congresso


A paralisação parcial do governo dos Estados Unidos chegou ao fim depois que os republicanos e democratas aprovaram, nesta segunda-feira, uma lei orçamentaria temporária.

O senador Chuck Schumer disse que seus correligionários, os democratas, concordaram em apoiar o projeto de lei com a condição de que os republicanos se comprometessem com um programa que proteja jovens imigrantes da deportação.

O governo deverá voltar a funcionar regularmente na terça-feira.

Milhares de servidores federais que haviam sido colocados em uma licença temporária e não remunerada respiraram aliviados com o acordo dos parlamentares.

"Foi, na prática, uma pausa para o almoço", disse Tom Chapel, pesquisador do Centro de Controle e Prevenção de Doenças em Atlanta, na Georgia, à agência de notícias Reuters.

Qual foi a reação política?

Schumer, líder democrata no Senado, criticou o presidente Donald Trump por não ter ajudado a alcançar um acordo bipartidário, acrescentando que eles não se falaram desde uma reunião na sexta-feira, anterior à paralisação, no sábado.

"O presidente negociador ficou em cima do muro", criticou o democrata.

O senador pelo estado de Nova York disse estar esperançoso sobre a perspectiva dos chamados "dreamers" (em tradução livre, "sonhadores") - os mais de 700 mil jovens imigrantes levados aos EUA quando crianças e então protegidos pelo Daca (Deferred Action for Childhood Arrivals), um programa da gestão do ex-presidente Barack Obama.




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box