quarta, 21 de fevereiro de 2018


Qua, 24 de Janeiro de 2018 10:45

Carnaval de Curitiba terá o dobro de verbas públicas em relação a 2017, diz Fundação Cultural


A falta de recursos públicos, que ameaçou a realização do Carnaval da capital paranaense, em 2017, deverá ser superada neste ano, de acordo com a Fundação Cultural de Curitiba (FCC). Em 2018, os gastos vão praticamente dobrar, em relação ao que foi liberado na última festa.

A prefeitura vai dispor de cerca de R$ 1 milhão para as comemorações, conforme a FCC.

O motivo para o carnaval enxuto em 2017, segundo a FCC, foi uma dívida que a instituição tinha e que passava de R$ 2 milhões.

Confome o diretor de ação cultural da Fundação, Beto Lanza, os problemas financeiros estão solucionados.

"Foi resolvido a partir do ajuste que a prefeitura fez. No segundo quadrimestre, fechamos o ano com as contas no azul", afirma. Segundo ele, também foram adotadas novas estratégias de gestão.

Recursos para o carnaval

  • Grupo Especial – R$ 400 mil – São cinco escolas de samba e cada uma receberá até R$ 80 mil
  • Grupo de Acesso – R$ 150 mil – São três escolas de samba e cada uma receberá até R$ 50 mil
  • Escola Ingressante – R$ 25 mil – Receberá até R$ 25 mil
  • Bloco Carnavalesco – R$ 20 mil – Edital previa quatro blocos, entretanto, apenas dois foram habilitados. Cada uma receberá até R$ 5 mil
  • Despesas de Infraestrutura – R$ 316,7 mil
  • Estrutura de apoio a atividades pré-carnavalescas – R$ 88,3 mil

No último Carnaval, foram liberados apenas R$ 539 mil, para serem distribuídos em recursos nas festas de pré-carnaval, desfile das escolas de samba, Psycho Carnival e Zombie Walk.

Naquela ocasião, o desfile ocorreu, mas as escolas de samba chegaram a suspender a disputa que fazem entre si, para garantir a festa.

Já o grupo Garibaldis e Sacis, que faz as principais festas de pré-carnaval, buscou alternativas para financiar as brincadeiras na cidade.

(Deu no G1/PR)




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box