Seg, 29 de Janeiro de 2018 18:33

Curitiba faz parceria inédita para paciente que ganha alta hospitalar


A Secretaria Municipal da Saúde firmou, na manhã desta segunda-feira (29/1), uma parceria com o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR) para o Programa Gestão de Alta, em favor da reabilitação de quem recebe alta hospitalar. Esse trabalho é pioneiro no Brasil e tem o objetivo de oferecer maior conforto aos pacientes e maior efetividade na sua recuperação quando deixam o hospital.

“O paciente passa a ter o cuidado das unidades de saúde e, só se precisar retorna ao hospital. A ideia de permitir que ele volte para casa é humanitária e é isso que precisamos fazer: mudar pela ação”, destacou o prefeito Rafael Greca, durante o evento que anunciou a parceria, no Auditório do Setor de Ciências da Saúde da UFPR.

O projeto estreita a comunicação entre os profissionais do Hospital de Clínicas e das unidades de saúde em benefício do paciente. Isso porque o HC atende casos de alto e médio risco e, mesmo após o médico dispensar o paciente do internamento, este ainda precisa de cuidados para a recuperação completa.

No programa, os profissionais do hospital informam no prontuário eletrônico do paciente os detalhes dos cuidados necessários após a alta, como curativos ou medicamentos prescritos. Na unidade de saúde, médicos e enfermeiros vão acessar essas informações e seguir as orientações, contribuindo para a plena recuperação.

A principal vantagem é para o próprio usuário, com a comodidade de não ter que ir até o hospital toda vez que precisa de cuidados após a alta. O posto de saúde passa a ser sua primeira referência na recuperação, com orientação qualificada.

“Teremos o paciente melhor avaliado e acompanhado, em pós-alta um atendimento mais humanizado. Isso só é possível porque Curitiba já investiu nos prontuários eletrônicos para o registro das informações”, destacou a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak.

Projeto inédito

Pioneiro no Brasil, o programa se baseia em experiências similares aplicadas no Canadá, Portugal e Espanha. O Gestão de Alta começou a ser testado como projeto-piloto em agosto do ano passado.

Dos 478 pacientes encaminhados às unidades básicas (320 deles, para postos de saúde em Curitiba), apenas 8 precisaram de reinternações. A partir de agora, o programa será estendido à todas as 111 unidades de saúde de Curitiba.

Estiveram presentes ao lançamento da parceria o ministro da Saúde, Ricardo Barros, a vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti, o secretário especial de Representação do Estado em Brasília, Luciano Pizzatto; o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto; o reitor da UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca; a superintendente do HC, Claudete Reggianio; o presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Kleber de Melo Morais e o presidente dos Amigos do HC, Pedro de Paula Filho.





Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box