quinta, 20 de setembro de 2018


Sáb, 10 de Março de 2018 16:46

Truculência partidária que fere regimento da Câmara e a Constituição: PPS expulsa vereadora por votar a favor do aumento do IPTU

Daniele, a vereadora violentada políticamente Daniele, a vereadora violentada políticamente


A vereadora de Londrina, no norte do Paraná, Daniele Ziober foi expulsa do Partido Popular Socialista (PPS). A decisão foi tomada por representantes municipais do Conselho de Ética do partido, neste sábado (10).

A coordenação municipal do PPS alega que Ziober foi favorável ao aumento da taxa do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), posicionamento contrário ao orientado pelo partido. O PPS também afirma que a parlamentar estava ignorando outras posições do partido.

Por telefone, Daniele Ziober informou que tomou medidas necessárias antecipadamente com o advogado, no entanto não vai divulgar quais são. Disse também que ainda não foi notificada sobre a expulsão.

O PPS informou ainda que Ziober pode recorrer da decisão junto a comitiva estadual. (a informação é do G1/PR)

NR: Todo parlamentar tem imunidade quanto a votos e opiniões no exercício da função, mas os ‘doutos’      da Comissão de Ética do PPS não sabem. E mais: orientação do partido não é a mesma coisa que questão fechada, mas os doutos desconhecem. Se a vereadora quiser ganha a reintegração na Justiça. Porém, se tiver brio não deve retornar ao nanico PPS, pois sendo atuante e de valor não lhe faltarão siglas.




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box