Sáb, 17 de Março de 2018 14:54

Com lazer e cultura, jogos de salão reúnem 800 idosos no Ginásio do Tarumã


A primeira edição dos Jogos de Salão da Melhor Idade, realizado nesta sexta-feira (16/3) no Ginásio do Tarumã, reuniu cerca de 500 idosos de Curitiba e 300 da região metropolitana para uma tarde de atividades de lazer e cultura. A ação, promovida em parceria pela Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj) e Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social, teve como principal foco a socialização entre os participantes.

“Em 2017 ampliamos em 28% o número de vagas para atividades sistemáticas com idosos nas unidades da Smelj, bem como buscamos parcerias para viabilizar eventos como esse, que promovem a saúde, confraternização e diversão para quem tanto contribuiu para nossa sociedade”, destacou o secretário municipal do Esporte, Lazer e Juventude, Marcello Richa.

Não faltaram opções de lazer durante o evento, e os participantes puderam dançar e cantar com as apresentações culturais; lutar e aprender taekwondo e jogar partidas de trilha, dominó, jogo da velha e bingo.

“Adorei a iniciativa e achei tudo muito bem organizado”, disse Ana Camilo Feliciano, de 65 anos, que participa regularmente das atividades de ginástica no Centro de Atividade Física (CAFI), praça Ouvidor Pardinho. "É sempre bom poder sair da rotina, visitar lugares diferentes ao lado das amigas.”

Terezinha Alves, de 71 anos e integrante das atividades de bola agarrada, ginástica e alongamento na Rua da Cidadania Boa Vista, ressaltou que a importância da prática de atividade física e recreativa para o envelhecimento ativo. “Temos que nos cuidar sempre. Participar de atividades como essa ajuda muito em vários aspectos, seja ele físico, mental ou social”, afirmou. "Nos divertimos enquanto jogamos, damos risadas e apreciamos as apresentações. Foi uma tarde muito boa.”

Prestigiaram o evento os vereadores Geovane Fernandes e Thiago Ferro.

Mais saúde
A adoção de um estilo de vida mais saudável é apontada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma das principais ferramentas para combater o desenvolvimento de doenças e agravos não-transmissíveis, responsáveis por 72% das causas de morte no Brasil.

Em relação à terceira idade esse cuidado deve ser redobrado, uma vez que o envelhecimento resulta em maior índice de fadiga e perda muscular, diminuição da capacidade de regeneração, queda no fluxo sanguíneo e da capacidade pulmonar, rigidez da cartilagem, tendões e ligamentos. Em caso de sedentarismo e sobrepeso, existe um aumento exponencial do surgimento de doenças cardiovasculares, hipertensão, diabetes e colesterol elevado.

Com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade de vida deste público, a Prefeitura de Curitiba disponibiliza 345 turmas que desenvolvem atividades gratuitas em diferentes modalidades focadas na terceira idade, que incluem ginástica, alongamento, caminhada, vôlei, treinamento funcional, musculação, ritmos, yoga e pilates. Em 2017 foram mais de 5.300 participações por mês nas atividades promovidas nas dez regionais administrativas.

Academias livres
Além das atividades sistemáticas promovidas nas unidades da Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude e em espaços alternativos parceiros, a Prefeitura também disponibiliza 220 equipamentos de Academias ao Ar Livre espalhados pelos bairros da cidade.

Os equipamentos não têm pesos extras, fazendo os usuários aplicar apenas a força do corpo nos exercícios de musculação e alongamento, sendo indicados especialmente para a terceira idade, que sofrem uma perda natural da força muscular com o passar dos anos.




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box