quinta, 12 de dezembro de 2019


Qui, 22 de Março de 2018 16:32

Richa lança plano de desenvolvimento do Norte do Paraná


O governador Beto Richa lançou nesta quinta-feira (22) o Plano Metrópole Paraná Norte, iniciativa que busca garantir o desenvolvimento regional sustentável do eixo que abrange Londrina, Apucarana e Maringá. O propósito do plano foi apresentado durante encontro com empresários e lideranças da região, realizado na Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil).

A primeira medida, destacou Richa, foi a contratação de uma consultoria especializada para a elaboração do projeto. Nesta etapa, serão investidos R$ 3,5 milhões, financiados pelo Banco Mundial (Bird). O trabalho ficará sob responsabilidade da Secretaria do Planejamento e Coordenação Geral e deve ser concluído em 12 meses.

O Plano da Metrópole Paraná Norte inclui 15 municípios que concentram 15% da população do Estado e 14% do PIB paranaense. “O trabalho vai orientar o crescimento intenso, vigoroso e ordenado de toda essa região”, afirmou o governador. “Será um grande salto para o desenvolvimento planejado”, avaliou Richa.

Os 15 municípios, com aproximadamente 2 milhões de habitantes, são Apucarana, Arapongas, Cambé, Cambira, Ibiporã, Jandaia do Sul, Jataizinho, Londrina, Mandaguaçu, Mandaguari, Marialva, Maringá, Paiçandu, Rolândia e Sarandi.

METODOLOGIA – O secretário do Planejamento, Juraci Barbosa Sobrinho, disse que trabalho seguirá cinco etapas: elaboração do plano de trabalho, contextualização da região, construção de cenários e visão de futuro, elaboração do plano de ação e, por fim, conferência regional. “Trata-se de uma metodologia avalizada pelo próprio Banco Mundial”, disse.

O secretário lembrou que o Plano Metrópole Paraná Norte integra o Projeto Multissetorial de Desenvolvimento do Paraná, financiado pelo Bird (investimento de R$ 1,1 bilhão, ou US$ 350 milhões), que abrange ações em saúde, educação, meio ambiente, agricultura, planejamento e gestão. Já foram executadas 85% das ações.

PREFEITOS - Os prefeitos de Londrina, Marcelo Belinati, e de Maringá, Ulisses Maia, definiram o lançamento do Plano Metrópole Norte Paraná como um momento histórico para a região. “É a oportunidade de se pensar o futuro de forma planejada, construir uma nova realidade, identificando as nossas potencialidades, para que a gente tenha um desenvolvimento conjunto e sustentável”, afirmou Belinati.

Para Ulisses Maia, o desenvolvimento integrado é fundamental para que todas as cidades cresçam. “Até porque os problemas são comuns e com essa iniciativa podemos somar esforços em busca de solução”, disse maia. “Com o apoio do Governo do Estado temos a oportunidade de transformar a nossa região, que já é muito valorosa. Teremos condições de conquistar um espaço muito maior”, afirmou.

MUDA A CULTURA – O presidente da Associação Comercial e industrial de Londrina (ACIL), Cláudio Tedeschi, disse que projetos como esse tem a capacidade de mudar a cultura do País. “Muitas vezes no Brasil se prioriza o poder, ao invés do bem comum, os governantes fazem projetos que só duram o período da própria gestão”, destacou.

“Esse plano é uma iniciativa de Estado, que projeta o desenvolvimento a longo e médio e prazo, um projeto para o estado e não apenas para manutenção do poder. Neste sentido, é um marco histórico e um exemplo da mudança cultural que a gente deve fazer no país”, afirmou Tedeschi.







Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box