Dom, 15 de Abril de 2018 21:17

Cida visita Maringá e anuncia investimentos


A governadora Cida Borghetti anunciou neste sábado (14) o investimento de R$ 33 milhões para obras de coleta e tratamento de esgotos dos distritos de Iguatemi e Floriano em Maringá. “Saneamento é qualidade de vida. Esse investimento vai elevar a qualidade de vida das famílias que moram nos dois distritos. Devemos investir cada vez mais no tratamento de água e esgoto para dar uma qualidade de vida melhor à população”, disse Cida que lembrou que obras vão fazer a ligação de 1.720 imóveis e atender 5,6 mil moradores de dois distritos.

Cida lembrou ainda que obras em saneamento não aparecem, mas são fundamentais para a melhoria de vida e qualidade de saúde da população. O presidente interino da Sanepar, Luciano Machado, e o prefeito de Maringá, Ulisses Maia, assinaram contratos com a Caixa Econômica Federal. O prefeito destacou a importância dos investimentos. “A falta de uma rede coletora e de tratamento de esgoto estava impedindo o desenvolvimento desses distritos”, disse Maia.

Em Iguatemi, o investimento de R$ 25 milhões atenderá 920 imóveis, beneficiando 3 mil pessoas. Serão construídas uma Estação de Tratamento de Esgoto, uma Estação Elevatória de Esgoto e 23 quilômetros de rede coletora. As obras no distrito devem levar os serviços de coleta e tratamento de esgoto para 75% dos moradores.

Em Floriano, o investimento de R$ 8 milhões atenderá cerca de 800 imóveis e beneficiará aproximadamente 2600 pessoas. A localidade também deverá receber uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), implantação de 3,6 km interceptores, 1,5 km de emissário e 20 km de rede coletora.

A Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Alvorada, localizada na região Norte de Maringá, também receberá investimentos. A Sanepar deve aplicar R$ 23,3 milhões em obras de ampliação e melhorias da unidade. A ETE atende hoje mais de 114 mil pessoas.

MARINGÁ – A Sanepar investiu em Maringá R$ 294 milhões, entre 2011 a 2017. Entre as principais obras estão a ampliação da estação de esgoto, modernização da captação de água do rio Pirapó, reservatório de água tratada (Cidade Alta) e ações preventivas contra enchentes.

O Índice de Atendimento com Rede Coletora de Esgoto (Iarce) do município é de 98%. É a quarta cidade do País no Ranking de Universalização do Saneamento da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes) e a quinta em levantamento do Instituto Trata Brasil. (Fonte: AEN)

Voltar ao Topo