domingo, 25 de agosto de 2019


Dom, 20 de Maio de 2018 21:34

Denúncias e falta de confiança marcam eleições na Venezuela


A votação para presidente encerrou-se há pouco na Venezuela, depois de um dia em que algumas seções ficaram vazias e adversários do presidente Nicolas Maduro fizeram denúncias de fraude.

O processo eleitoral deveria terminar oficialmente às 18h (19h de Brasília), mas algumas escolas ficaram abertas bem depois desse horário em várias partes do país, mesmo sem filas de votantes.

Embora 20,5 milhões de pessoas estivessem aptas a votar, um grande número de abstenções deve favorecer a reeleição de Nicolás Maduro para mais 6 anos de mandato. Ainda não há um balanço oficial, mas o resultado do pleito pode sair ainda nesta noite.

A maioria da oposição decidiu boicotar a eleição e retirou candidaturas, o que também deve contribuir para a reeleição de Maduro. Apenas Henri Fálcon, Javier Bertucci e Reinaldo Quijada seguiram com as candidaturas.

O pleito ocorreu também para cidadãos venezuelanos residentes no exterior (refugiados que para comer fogem para outros países???). Em diversos países, houve protestos contra o governo de Maduro, que ocupa o cargo desde 2013, após a morte de Hugo Chávez.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box