quinta, 12 de dezembro de 2019


Sáb, 26 de Maio de 2018 18:15

Apesar de a governadora acreditar no diálogo, protesto dos caminhoneiros nas estradas do Paraná completa 6º dia


O protesto dos caminhoneiros nas rodovias do Paraná chega, neste sábado (26), ao 6º dia. Eles protestam contra o aumento do diesel, e a mobilização é nacional.

Até o momento, foram contabilizados 251 protestos.

Acompanhe o TEMPO REAL da greve dos caminhoneiros no estado.

Uso das Forças Armadas

Um acordo foi anunciado, na noite de quinta-feira (24), para suspender paralisação por 15 dias. Contudo, os caminhoneiros continuam em greve.

Na sexta (25), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes concedeu uma liminar (decisão provisória) autorizando o uso das forças de segurança pública para o desbloqueio de rodovias ocupadas por caminhoneiros grevistas. A liminar de Moraes atende a um pedido do governo federal.

A pedido do governo, Moraes impôs multa de R$ 100 mil por hora às entidades que atuarem nas interdições de vias, além de multa de R$ 10 mil por dia para motorista que esteja obstuindo a pista.

Estradas federais

Por volta das 11h30, havia 86 pontos de manifestações nas estradas federais do Paraná, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Na madrugada, a PRF fez uma escolta de quatro caminhões-tanque com combustível para aviação. O comboio saiu de Araucária até o Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais. Os dois municípios ficam na Região Metropolitana de Curitiba.

Não há interdições totais nas rodovias federais, conforme a PRF.

Uma determinação judicial proíbe que os caminhoneiros fechem totalmente as estradas federais, sob pena de multa de R$ 100 mil por hora. A decisão é de 19 de maio. (G1PR)




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box