Qui, 31 de Maio de 2018 12:16

Erro reparado: Justiça suíça concede efeito suspensivo e Guerrero vai à Copa


Paolo Guerrero está liberado para defender a seleção peruana na Copa do Mundo. O atacante, condenado pelo TAS (Tribunal Arbitral do Esporte) a cumprir 14 meses de suspensão pelo doping causado por um metabólito de cocaína, encaminhou o caso para a Justiça Comum da Suíça, que concedeu efeito suspensivo ao jogador, justamente na última instância antes do Mundial na Rússia.

- Efeito suspensivo requerido por Paolo Guerrero garantido pelo presidente da I Divisão Civil da Corte Federal garante a Apelação do jogador peruano de futebol Paolo Guerrero contra a decisão ainda não resolvida do Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), um efeito suspensivo superprovisório. O aumento da punição do TAS de seis para 14 meses por quebrar o regulamento anti-doping da Fifa não tem, por ora, efeito - diz o início do comunicado do Tribunal, que acrescenta.

"Como consequência, Paolo Guerrero estará presente na próxima Copa do Mundo da Fifa, que será na Rússia, de 14 de junho a 15 de julho de 2018", completa o comunicado do Tribunal.

O Tribunal Federal da Suíça (TFS) divulgou comunicado nesta quinta-feira confirmando a liberação do capitão da seleção peruana para disputar o Mundial da Rússia. Como o órgão fala em efeito suspensivo superprovisório, pode ser que o atacante ainda precise cumprir o restante da punição após a Copa. Também nesta quinta, o TAS comunicou que não se opunha ao recurso de Paolo no TFS



Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box