Seg, 04 de Junho de 2018 11:44

Vulcão de Fogo, na Guatemala, volta a entrar em erupção


O vulcão de Fogo, na Guatemala, voltou a entrar em erupção nesta segunda-feira (4) e a retirada de moradores de áreas próximas prossegue, segundo a Reuters. A explosão de domingo (3), que foi uma das mais violentas das últimas décadas, deixou 25 mortos e afetou 1,7 milhão de pessoas.

O governo estima que 296 pessoas ficaram feridas, e milhares de moradores tiveram que deixar suas casas na região do vulcão, localizado a cerca de 50 km da capital.

No domingo, o vulcão de Fogo ficou em atividade por mais de 16 horas e o Instituto de Vulcanologia já tinha advertido para a probabilidade de uma nova explosão. À noite, o porta-voz da Coordenadora Nacional para a Redução de Desastres (Conred), David de León, disse que 3 mil pessoas foram obrigadas a abandonar suas casas e 653 foram levadas para abrigos nos departamentos de Escuintla (sul) e Sacatepéquez (oeste).

MUNDO

 

O vulcão de Fogo, na Guatemala, voltou a entrar em erupção nesta segunda-feira (4) e a retirada de moradores de áreas próximas prossegue, segundo a Reuters. A explosão de domingo (3), que foi uma das mais violentas das últimas décadas, deixou 25 mortos e afetou 1,7 milhão de pessoas.

O governo estima que 296 pessoas ficaram feridas, e milhares de moradores tiveram que deixar suas casas na região do vulcão, localizado a cerca de 50 km da capital.

No domingo, o vulcão de Fogo ficou em atividade por mais de 16 horas e o Instituto de Vulcanologia já tinha advertido para a probabilidade de uma nova explosão. À noite, o porta-voz da Coordenadora Nacional para a Redução de Desastres (Conred), David de León, disse que 3 mil pessoas foram obrigadas a abandonar suas casas e 653 foram levadas para abrigos nos departamentos de Escuintla (sul) e Sacatepéquez (oeste).

O vulcão, de 3.763 metros de altura, fica entre os departamentos de Escuintla, Chimaltenango e Sacatepéquez. Esses três departamentos foram os mais afetados pela erupção, que é considerada a mais forte desde 1974.

Sobrevivente lamenta ter perdido a família

"Essa é a maior erupção desde 1974, temos tido erupções constantes mas não nesta dimensão, que caíram até 8 km de lava de grande magnitude", disse Gustavo Chigna, especialista do Instituto Nacional de Sismologia e Vulcanologia.




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box