domingo, 19 de agosto de 2018


Qua, 06 de Junho de 2018 12:18

Beto Richa usa vídeo para se defender

Beto no vídeo Beto no vídeo

Depois de uma bateria de acusações reveladas pela RPC-TV nesta terça-feira (5) com a divulgação de proposta de delação premiada à Procuradoria Geral da República, do ex-diretor-geral da Secretaria de Estado da Educação, Maurício Fanini, preso na operação Quadro Negro – que investiga desvio de recursos para obras de construção e reforma de escolas, o ex-governador Beto Richa (PSDB) publicou vídeo em que se diz "indignado".

Fanini afirmou que o dinheiro desviado ia para a campanha, para a família e para o próprio tucano – e que teria custeado viagens e despesas com o dinheiro desviado de obras de escolas estaduais.

Richa desqualificou a delação, afirmando que o objetivo de Fanini é envolver o máximo de pessoas possíveis para diminuir a pena “pelos crimes cometidos e já confessados à Justiça”. O ex-governador criticou a divulgação. "A exploração sequencial e seletiva desses casos parece obedecer a um bem arquitetado plano para dar volume a um noticiário escandaloso justamente às vésperas de mais uma campanha eleitoral", reclamou.

"São versões passadas por criminosos confessos que buscam reduzir suas culpas e espalhar seus mal-feitos com a intenção inconfessável de arrastar para cena do crime pessoas honestas", disse.

"Estou pronto para seguir em frente e preparado para responder com fatos e argumentos aos detratores de plantão. Estou pronto para a luta', finalizou.

 




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box