Qui, 07 de Junho de 2018 15:08

Campagnolo deixa (temporariamente) a Fiep e vai às urnas

Picado pela mosca azul? (Foto: Agencia Fiep) Picado pela mosca azul? (Foto: Agencia Fiep)



O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), Edson Campagnolo, se licenciou ontem (6) da presidência da entidade, no prazo de desincompatibilização previsto pela legislação eleitoral.

Campagnolo, que foi eleito em 2011 e reeleito em 2015, pode ser candidato a vice-governador. Cláudio Petrycoski, da Atlas Eletrodomésticos, de Pato Branco, assume interinamente a presidência da FIEP.

Em nota, divulgada pela assessoria da FIEP, Campagnolo afirma que, à frente da federação sempre defendeu uma “participação mais ativa da sociedade civil organizada e do empresariado na vida política do país, seja assumindo cargos públicos, seja acompanhando e fiscalizando de perto a atuação dos eleitos”.

Ele também afirmou entender que a participação mais ativa “é uma forma de envolver nos processos decisórios pessoas efetivamente comprometidas com o bem coletivo e com o desenvolvimento do Paraná e do Brasil.”

Com relação às eleições deste ano, Campagnolo disse que “é com esse objetivo, e entendendo que as eleições deste ano são decisivas para uma mudança na forma como nosso país vem sendo conduzido” coloca o seu nome à disposição para a disputa eleitoral.

O empresário, que tem sua indústria fabril instalada em Capanema, é filiado no Partido Republicano Brasileiro (PRB) e vem sendo apontado como um dos possíveis nomes a vice-governador, do pré-candidato Ratinho Junior, do Partido Social Democrático (PSD). (Por Lucian Pichetti - CBN Curitiba, postado no ParanáPortal)




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box