Qua, 27 de Junho de 2018 11:34

Governo confirma investimento de R$ 1,5 bilhão em rodovias estaduais


 

A governadora Cida Borghetti autorizou nesta terça-feira (26) investimentos de R$ 1,5 bilhão, com recursos públicos, para o Programa Estadual de Recuperação e Conservação de Estradas. Cida enfatizou que é o maior programa de melhorias de rodovias da história do Paraná.

 

Até 2020, os 12 mil quilômetros de rodovias estaduais, em 340 municípios, passarão por obras. Em evento realizado no Palácio Iguaçu, Cida assinou as ordens de serviço para os subprogramas de conservação e pavimentação e de recuperação descontínua com melhoria do estado do pavimento. Além disso, há os serviços de conservação da faixa de domínio, já com licitação em curso. O valor é de R$ 477 milhões, o que eleva o investimento total para R$ 2 bilhões.

A governadora disse que o programa vai ampliar a seguranças nas estradas e melhorar ligações importantes de todas as regiões do Paraná. “Isso representa mais desenvolvimento e mais qualidade de vida a toda a população paranaense. Este grande montante, de R$ 1,5 bilhão, será de responsabilidade integral do Estado. Os municípios e os cidadãos não vão gastar um centavo a mais para trafegar em estradas de mais qualidade”, destacou.

PARANÁ INTEIRO - O secretário estadual da Infraestrutura e Logística, Abelardo Lupion, afirmou que o Governo do Estado tem responsabilidade grande em melhorias nas estradas que não são pedagiadas, para que todas as rodovias tenham pavimentos bem estruturados. “O Paraná inteiro será beneficiado. Alguns trechos não estão contemplados nestas ordens de serviço porque são locais de emergência. O Estado também está executando obras emergenciais em muitas estradas. Estamos sempre atentos para que todas as estradas sejam transitáveis”, disse Lupion.

LICITAÇÕES – Os procedimentos licitatórios de conservação e pavimentação foram lançados em março de 2017, porém o expressivo número de recursos administrativos e ações judiciais (mandados de segurança) atrasou o cronograma de início dos serviços. O preço máximo previsto nos editais dos programas era de R$ 2,3 bilhões.

Os serviços nos quase 12 mil quilômetros de malha rodoviária paranaense foram licitados por R$ 1,5 bilhão, distribuídos da seguinte forma: R$ 777,3 milhões do subprograma de conservação e pavimentação e R$ 741,8 milhões do subprograma de recuperação descontínua com melhoria do estado do pavimento.

São 15 lotes de recuperação descontínua com melhoria do estado do pavimento, com extensão total de 4,1 mil quilômetros, e 18 lotes de conservação e pavimentação, que contemplam 6 mil quilômetros das estradas estaduais.

ESTRADAS – Pelo município de Centenário do Sul, no Norte do Estado, passam a PR-540 e PR-543. Para o prefeito Luiz Nicácio, as obras de conservação e manutenção são muito importantes para garantir a segurança no tráfego. “Um dos grandes projetos do governo é manter as estradas em dia. Isso proporciona segurança e economia. Com uma rodovia bem conservada e melhorias constantes, há menos desgastes”, disse. “As prefeituras têm um elevado custo com transporte, pois transportam pacientes e estudantes constantemente. Com estradas melhores, também economizamos mais”, explicou.

Voltar ao Topo