sábado, 22 de setembro de 2018


Ter, 03 de Julho de 2018 21:30

Estado repassa 50,8 milhões para consórcios de saúde



A governadora Cida Borghetti repassou nesta terça-feira (3) R$ 50,8 milhões para fortalecimento dos Consórcios Intermunicipais de Saúde do Paraná. O recurso será aplicado no custeio das atividades dos consórcios, aquisição de veículos e medicamentos básicos. O evento aconteceu no Palácio Iguaçu, em Curitiba.


Cida destacou a importância do trabalho para avançar na qualidade dos serviços prestados a toda a população. “O Paraná hoje é um estado diferenciado em função da parceria e do entendimento de todos. Estamos do mesmo lado e queremos cada vez mais avançar para atender as demandas da saúde na sociedade. O Governo tem o compromisso de dar condições aos profissionais da área e aos gestores municipais”, afirmou a governadora.

Ela destacou que ainda a necessidade de regionalizar cada vez mais a saúde. “Precisamos dar agilidade nos atendimentos, de forma que as pessoas viajem menos em busca de tratamento e tenham consultas especializadas”, disse.

No evento, Cida também ressaltou os investimentos para diversas áreas, destinados aos 399 municípios.  “Esse é um Governo que prioriza os municípios. Estamos caminhando para 90 dias à frente do governo com R$ 4 bilhões repassados em todas as áreas, mais de 3 mil convênios assinados e atendimento de igual maneira a todas as cidades”, enfatizou.

O Estado conta com 25 consórcios de Saúde que abrangem todas as regiões. O Paraná é referência nacional na organização de Consórcios de Saúde, iniciativa que tem sido replicada em diversos estados pelo grande sucesso obtido na ampliação de resultados à população.

INVESTIMENTOS - Para custeio dos 22 Consórcios Intermunicipais de Saúde vinculados ao Programa Estadual de Apoio aos Consórcios Intermunicipais de Saúde (Comsus) serão destinados R$ 24 milhões/ano.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Antônio Carlos Nardi, os contratos têm duração de 12 meses e os recursos devem ser aplicados na manutenção das atividades dos consórcios. “Estamos autorizando o repasse e o contrato de 12 meses, mas estabelecendo a garantia, para julho do ano que vem, de o contrato ser de 48 meses. É obrigação do Governo do Paraná assumir este compromisso com todos os prestadores de serviço de saúde pública do nosso estado”, afirmou.

Os consórcios são responsáveis pela Atenção Secundária no Sistema Único de Saúde. Os municípios se reúnem para ampliar a oferta de consultas e exames especializados à população. Além disso, gerenciam os Centros de Especialidades do Paraná, onde são realizadas consultas com equipe multiprofissional e exames de várias especialidades, como raio-x, ultrassonografia, oftalmologia, audiometria e eletroencefalografia.

De acordo com o prefeito de Prado Ferreira e presidente da Associação dos Consórcios e Associações Intermunicipais de Saúde do Paraná (Acispar), Silvio Antônio Damaceno, o objetivo dos consórcios é fortalecer a saúde dos municípios. “Temos uma ferramenta muito importante e forte, com condições para oferecer uma saúde de qualidade à população”.

Para compra de medicamentos básicos, o Estado aplicará R$ 25 milhões por ano. O Consórcio Paraná Saúde adquire uma média de 1 bilhão de unidades de medicamentos básicos ao ano para os 397 municípios consorciados. No total, gerencia cerca de R$ 100 milhões ao ano para aquisição e distribuição dos medicamentos, entre recursos federais, estaduais e municipais. Os medicamentos são distribuídos nas Unidades de Saúde dos municípios.

Também foram liberados R$ 1,8 milhão para aquisição de veículos. Os 25 consórcios de Saúde, que abrangem todas as regiões do Paraná, receberão um veículo cada (Duster) para apoio às atividades desenvolvidas.





Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box