Qua, 11 de Julho de 2018 14:34

Federer perde match point e leva virada incrível em mais de 4h em Wimbledon


Foi da maneira mais improvável que Roger Federer deu adeus à sua invencibilidade em Wimbledon. Desde 2016 sem ser derrotado na grama sagrada, o suíço chegou a ter o ponto do jogo para garantir uma vitória tranquila sobre Kevin Anderson (8º do ranking) por 3 sets a 0, mas a partir daí tudo mudou. O sul-africano cresceu no jogo, o atual número 2 do mundo sentiu o momento e levou a virada por 3 sets a 2, parciais de 2/6, 6/7 (5), 7/5, 6/4 e 13/11, em 4h13 de confronto.

Apesar de ter perdido três sets no jogo, Federer igualou sua própria marca de sets vencidos em sequência em Wimbledon. Com os desta quarta-feira, ele chegou a 34 parciais consecutivas no torneio, o mesmo recorde que tinha conseguido entre as edições de 2005 e 2006.

Na semifinal, Kevin Anderson encara o vencedor do confronto entre Milos Raonic e John Isner, que acontece ainda nesta quarta-feira.

Uma curiosidade da partida é que ela aconteceu na Quadra 1 de Wimbledon, algo incomum para Roger Federer, acostumado a atuar na Quadra Central. Isso porque a organização do torneio decidiu priorizar os dois confrontos do outro lado da chave: Novak Djokovic x Kei Nishikori e Rafael Nadal x Juan Martín Del Potro. O suíço não atuava fora da arena principal desde 2015, quando enfrentou Gilles Simon.




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box