Sex, 03 de Agosto de 2018 11:35

Pós rapinagem petista, Petrobras tem lucro de R$ 10 bilhões no 2º tri, melhor resultado desde 2011



A Petrobras registrou lucro líquido de R$ 10,072 bilhões no 2º trimestre de 2018, segundo balanço divulgado nesta sexta-feira (3). O resultado representa uma alta de 45% na comparação com o 1º trimestre, quando o lucro foi de R$ 6,961 bilhões, e é quase 32 vezes maior que o observado no 2º trimestre de 2017 (R$ 316 milhões).

Trata-se do melhor resultado trimestral nominal (sem ajuste de inflação) desde o 2º trimestre de 2011 (R$ 10,942 bilhões), segundo dados da Economatica.

No acumulado do 1º semestre, a Petrobras tem lucro de R$ 17,033 bilhões, uma alta de 257% na comparação com o mesmo período do ano anterior e o melhor resultado semestral desde 2011.

Analistas consultados pelo jornal "Valor Econômico" projetavam um lucro de R$ 6,5 bilhões.

O resultado do 2º trimestre foi favorecido pelo aumento das receitas com venda de combustíveis no mercado interno, ganho de participação no mercado de derivados no Brasil e pelos crescentes preços do petróleo no período entre abril e junho, que chegaram a romper a barreira dos US$ 80.

O faturamento da companhia alcançou R$ 84,39 bilhões no 2º trimestre, alta de 13% na comparação anual.

Destaques do balanço

Em seu balanço, a Petrobras atribuiu o bom resultado aos seguintes fatores:

  • Aumento da cotação do barril de petróleo e desvalorização do real, que resultou em maiores margens de lucro nas exportações de petróleo e nas vendas de derivados no Brasil;
  • crescimento de 6% nas vendas de derivados na comparação com o 1º trimestre, com destaque alta de 15% no diesel em volume;
  • Aumento da participação no mercado de diesel cresceu de 74% em junho do ano passado para 87% no mesmo mês deste ano; no mercado de gasolina, passou de 83% para 85%;
  • Redução das despesas com juros devido à redução do endividamento;
  • Menores despesas gerais e administrativas;

"O aumento do lucro operacional deve-se à maior margem de comercialização de derivados em função da realização de estoques formados a preços mais baixos. Além disso, houve aumento do volume de vendas e do market- share do diesel e gasolina", destacou a Petrobras em seu balanço.

Ao comentar os resultados, o presidente da Petrobras Ivan Monteiro disse que a companhia continua numa trajetória consistente de recuperação. "Todas as variáveis influenciam, mas de um modo geral a Petrobras se beneficia do aumento do preço do barril do petróleo", disse o executivo, que assumiu a presidência da Petrobras em junho, após a renúncia de Pedro Parente.




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box