domingo, 21 de outubro de 2018


Qui, 09 de Agosto de 2018 15:07

Prisão a rodo em condomínio que foco da criminalidade na Grande Curitiba

Só aqui, 800 anos de cadeia - e faltam alguns.... Só aqui, 800 anos de cadeia - e faltam alguns....


Condomínio residencial Serra do Mar I e II, em São José dos Pinhais, foi ocupado na manhã desta quinta-feira (9) pela Polícia Civil e Militar que deflagrou a operação “Benção Tio”. Quatorze pessoas de uma quadrilha suspeita de mais de dez homicídios e de comercializar drogas dentro do condomínio foram presas. Outras duas foram detidas em flagrante por porte de droga.

De acordo com registros da polícia, a região do conjunto habitacional coleciona desde 2012, 41 casos de homicídios, sendo que 15 deles acorreram internamente – a maioria deles já solucionado. “Chegou a ser uma preocupação da quadrilha a presença constante da polícia no local, onde o chefe pede para que diminuam os crimes dentro do condomínio”, falou o delegado responsável pela ação, Michel Carvalho.

A ação policial teve como objetivo prender esta quadrilha extremamente perigosa envolvida com tráfico e assassinatos dentro e fora do condomínio. Mais de 100 policiais participaram da operação que cumpriu 20 mandados judiciais, sendo 14 de prisão e seis de busca e apreensão. Oito destes mandados de prisão eram contra pessoas que já tinham sido presas durante o transcorrer da investigação. Dois adolescentes foram apreendidos durante a operação e serão encaminhados para a Delegacia do Adolescente.

Durante os cumprimentos dos mandados, as equipes apreenderam drogas (cocaína e maconha) três balanças de precisão, cinco armas, um par de algemas, 170 munições de diferentes calibres, três rádios HTs com frequência da polícia, documentos, celulares e computadores. O material será analisado e também encaminhado para perícia.

“Ações como está é muito importante não só para a Segurança Pública, mas também para toda população que reside nessas áreas de risco. A Polícia Militar continuará apoiando nossa coirmã em todas as ações do município a fim de trazer mais tranquilidade e segurança aos moradores são joseense”, completou o tenente Willian da Silva Corrêa, responsável pelo efetivo da Polícia Militar que atuou na operação.

Moradores expulsos

A investigação levou dois anos e comprovou que esta organização criminosa comandava o Serra do Mar I e II a ponto de expulsar moradores que ficassem inadimplentes com o pagamento de taxas condominiais e de luz e água. A suspeita é de que parte destes recursos abastecia as atividades criminosas da quadrilha. E qualquer ação de um morador que contrariasse os interesses da quadrilha geralmente resultava em despejo e até em morte.

O SAFADÃO QUE CHEFIAVA A BANDIDADA
 

Chefe desta organização criminosa, Paulo Monteiro, que, segundo a polícia, comandava o crime no condomínio de dentro da prisão – Foto: Sesp

O chefe desta organização criminosa é Paulo Monteiro, conhecido como “Tio”. Ele responde a mais de 10 homicídios e está preso na Penitenciária Estadual de Piraquara I. “Tio”, que tem uma vasta passagem pela polícia. Sua ficha criminal tem mais de 40 páginas e registra 14 homicídios, três fugas, receptação qualificada, favorecimento pessoal, três registros por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito, roubo, além de formação de quadrilha.

“Tio” foi condenado a mais de 80 anos de prisão em regime fechado. Ele é membro de uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios do país, era ele quem ditava as regras no Condomínio Serra do Mar I e II.

“Para vender drogas, o “Tio” precisava autorizar. Os assassinatos de moradores e frequentadores do conjunto habitacional também tinham o aval do “Tio” – através de contatos feitos sempre por telefone”, falou o delegado Carvalho, completando que por esta liderança se deu o nome à operação “Benção Tio”.

Dentro da cela

No último dia 27, policiais civis e militares com apoio de agentes penitenciários do Departamento Penitenciário cumpriram um mandado de busca e apreensão na cela de Paulo Monteiro, na PEP I. Lá encontraram um aparelho celular e dois chips usados na comunicação com os demais integrantes da quadrilha. Tudo foi apreendido e encaminhado à perícia.

Vale ressaltar que em 2010 o chefe da quadrilha – o Tio – determinou a queima de dois ônibus do transporte coletivo do município a cada audiência que ele ia como uma forma de represália.

Luz de graça

Os residenciais Serra do Mar I e II integram um programa que beneficiou diversas famílias de baixa renda e que moravam em áreas de risco. O empreendimento foi devidamente entregue aos beneficiários no ano de 2012 através do programa “Minha Casa Minha Vida”, sendo o ambiente composto por 594 moradias, entre casas térreas adaptadas para portadores de necessidades especiais e apartamentos.

Durante a operação, mais de 20 técnicos da Companhia Paranaense de Energia (Copel) fiscalizaram as ligações de energia do local onde identificaram mais de 10 ligações irregulares em cada um dos blocos dois condomínios que totalizam mais de 500 apartamentos.

A ação conjunta entre policiais civis da Delegacia de São José dos Pinhais e policiais militares do 17º Batalhão da Polícia Militar, contou com o apoio do Centro de Operações Policiais Especiais (COPE), unidade de elite da Polícia Civil, Denarc (Divisão de Narcóticos), Canil da Denarc e do helicóptero do Grupamento de Operação Aérea (GOA).




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box