quarta, 18 de setembro de 2019


Qui, 16 de Agosto de 2018 11:53

Acampamentos do MST na mira da polícia; indícios enormes e não de agora...


Vinte e três pessoas foram presas em uma operação das policias Civil e Militar que ocorre, nesta quinta-feira (16), em acampamentos do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) no oeste e sudoeste do Paraná.

As buscas ocorrem nas cidades de Rio Bonito do Iguaçu, Quedas do Iguaçu, Saudades do Iguaçu e Pato Branco.

Segundo a Polícia Civil, a ação visa combater crimes como homicídio, roubo de madeira e assaltos a propriedades rurais – ilegalidades cometidas por quadrilhas inflitradas nos acampamentos.

Ainda conforme a polícia, entre os presos, está Luiz Giacomini, ex-prefeito de Saudade do Iguaçu, por suspeita de receptação de madeira roubada.

A família do Giacomini informou que ele ainda não tem advogado constituído e que vai se manifestar na Justiça.

Até a última atualização desta reportagem, foram apreendidos quatro quilos de maconha, cinco armas, R$ 10 mil e balaclava.

Ainda conforme a polícia, duarante a operação, um agente foi baleado. Ele recebeu atendimento médico e o estado de saúde é considerado estável.

De acordo com o delegado de Laranjeiras do Sul, Helder Lauria, a operação tem 23 mandados de busca e apreensão e 19 de prisão preventiva expedidos pela Justiça.

As demais prisões realizadas são em flagrante, segundo a polícia.

O delegado afirmou que as investigações começaram há um ano. Segundo ele, existe a suspeita é a de que os suspeitos estejam envolvidos no roubo de madeira da Fazenda Araupel, que teve área ocupada em 2014. Desde então, a posse da terra é discutida na Justiça. (Do G1/Fotos RPC)




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box