terça, 11 de dezembro de 2018


Sex, 17 de Agosto de 2018 16:44

Monitoramento 24 horas garante boas estradas e preservação ambiental

(Foto: Divulgação) (Foto: Divulgação)


Seja a pista ou os ambientes naturais ao redor das rodovias, o trabalho de conservação é incessante para garantir segurança

Quando você dirige por estradas bem cuidadas talvez nem tenha ideia do trabalho que precisa ser feito para manter a rodovia nas melhores condições de tráfego. Invisível na maior parte do tempo, a atenção para a conservação viária é constante e movimenta um grande contingente de pessoas. Além de manter a pista com boas condições de rodagem, esse trabalho também se preocupa com o meio ambiente.

No Brasil, não é raro que as rodovias atravessem grandes áreas verdes de conservação permanente, mananciais, matas nativas e habitats de animais silvestres. E tudo isso deve ser levado em conta por quem administra as estradas. O desafio então é achar uma solução sustentável para o convívio da infraestrutura de transportes com a natureza.

Especialistas apontam a necessidade de obediência aos licenciamentos ambientais em busca de mitigar os impactos que podem ser causados pela operação das rodovias. Renata Cristina Batista Soares, professora do Departamento de Ciência Florestal da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp de Botucatu e doutora em Ecologia, ressalta a importância de entender a paisagem onde uma rodovia está inserida, seus remanescentes de vegetação e corredores naturais, como rios e matas ciliares, além da fauna que vive no entorno.

“Quando você vai construir uma estrada, a intenção é evitar fragmentar os ambientes naturais, os remanescentes de vegetação natural. Mas a gente sabe quem nem sempre isso é possível”, diz Renata. Dessa forma, é preciso entender esses ambientes e quais estruturas são necessárias para minimizar esses impactos.

Animais silvestres precisam de atenção

Colaboradores das concessionárias são treinados no manejo de animais silvestres (Foto: Divulgação)

A travessia de animais silvestres é uma das preocupações que as concessionárias precisam prever para minimizar riscos para fauna local. Um exemplo desses cuidados pode ser visto nas rodovias sob concessão da CCR ViaOeste e CCR RodoAnel, em São Paulo. Em locais estratégicos do Sistema Castello-Raposo e Trecho Oeste do Rodoanel foram implantados corredores e túneis de passagem da fauna, além de oferecer capacitação prática para os colaboradores. “Realizamos anualmente um treinamento para manejo de animais silvestres, no qual os colaboradores recebem informações sobre os cuidados necessários para captura e transporte, considerando o estado físico dos animais e a sua segurança”, afirma Egle Humphreys, gestora do Sistema de Gestão Integrada da CCR ViaOeste e CCR RodoAnel.

Parceria com órgãos competentes

Diogo Stiebler, gestor de Tráfego da das concessionárias reforça que as rodovias atendem as legislações ambientais e as equipes trabalham junto aos órgãos competentes sempre que necessário. Ele usa como exemplo a preocupação com os produtos químicos controlados que são transportados pelas vias. A concessionária faz um mapeamento de onde e quando esse transporte costuma ocorrer com mais frequência para gerar um plano de atendimento de emergências e assim estar preparada para evitar que, em caso de acidente, esses produtos atinjam recursos naturais, como mata nativa ou mananciais. “Para garantir a eficiência deste plano de ação de emergência, anualmente realizamos exercícios simulados, em trechos específicos das rodovias, integrando diversos entes, como as concessionárias, CETESB, Polícia Militar Rodoviária, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, entre outros”, destaca o gestor.

Além disso, Stiebler lembra que, para garantir a segurança dos usuários, em alguns casos existe a necessidade da realização de poda ou corte de árvores. “Ao identificar esta necessidade, as concessionárias garantem o licenciamento junto aos órgãos fiscalizadores para executar o serviço”, ressalta.

Exército de colaboradores cuida das estradas

Entidades reguladoras, como a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp), fiscalizam constantemente se tudo está em ordem nas estradas. Concessionárias que administram rodovias dividem esse trabalho em dois temas, conservação de rotina e conservação especial. A de rotina é tudo aquilo que fica visível, como poda de vegetação, manutenção das sinalizações vertical e horizontal, manutenção da pista e dos elementos de segurança. A especial é um trabalho feito continuamente por monitoramento e engloba as pontes, viadutos, concreto em geral, drenagens, bueiros, muros de contenção e galerias.

Ter atenção com tudo isso exige um grande contingente de pessoas. Nas nove concessionárias do Grupo CCR atuam um verdadeiro exército: são 120 colaboradores internos para o monitoramento e cerca de 2000 terceirizados para executar reparos e atendimentos. Com um orçamento de R$ 300 milhões por ano, esse trabalho é feito 24 horas por dia, sete dias pode semana.




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box